Sindicato suspende na Justiça contrato entre FSB e Eletrobras

LinkedIn

O contrato sem licitação acordado entre a Eletrobras (BOV:ELET6) e a RP Brasil Comunicações, do grupo FSB, foi suspendido nesta quarta-feira (04) pelo juiz Jorge Ferraz de Oliveira, da 5ª Vara Federal do Belém, no Pará.

De acordo com o Broadcast, a ação foi organizada pelo Sindicato dos Trabalhadores de Energia do Rio de Janeiro e Região (Sintergia), em meio à campanha contra a privatização da estatal, o que levou os funcionários a barrarem a venda.

No parecer, o juiz afirmou que o acordo para a prestação de serviços de assessoria de imprensa para divulgar o projeto de desestatização da Eletrobras foi concluído em setembro de 2017 no montante de R$ 1,8 milhão, mas contou com aditivo de R$ 1,64 milhão.

Além disso, segundo o parecer, a empresa foi contratada sem licitação, além de alegar que o trabalho era de extrema urgência e de confidencialidade.

Deixe um comentário