China aprova, sem restrições, fusão entre Suzano e Fibria

LinkedIn

A operação de fusão entre as concorrentes Suzano Papel e Celulose (SUZB3) e Fibria (FIBR3) foi aprovada, sem restrições, pelo órgão de defesa da concorrência da China. As informações constam em um comunicado enviado pela Suzano.

A operação, que resultará na criação da maior produtora de celulose do mundo, ainda precisa da aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) do Brasil, além de outras autoridades concorrenciais do exterior.

Na manhã desta sexta-feira, as ações da Suzano operavam com alta de 1,15% a R$ 49,11. Já os papéis da Fibria estavam na direção contrária, com queda de 1,56% a R$ 79,90.

Deixe um comentário