Lucro da São Martinho (SMTO3) diminuiu 11,05% no 2º trimestre de 2018

LinkedIn

A companhia São Martinho anunciou um lucro líquido de R$ 103.96 milhões no 2º trimestre de 2018, valor 11,05% inferior ao lucro líquido apurado no mesmo período do ano anterior (R$ 116.87 milhões). Já a receita líquida da companhia diminuiu 6,78% de um ano para o outro, passando de R$ 812.27 milhões para R$ 757.18 milhões.

Os ativos totais da São Martinho totalizaram R$ 9.51 bilhões no 2º trimestre de 2018. O patrimônio líquido da companhia, por sua vez, fechou do 2º trimestre de 2018  em R$ 3.23 bilhões.

Todos estes dados referem-se à consolidação do resultado financeiro da companhia São Martinho (BOV:SMTO3) com o resultado financeiro de todas as suas companhias subsidiárias (empresas controladas, de maneira direta ou indireta, pela companhia) relacionadas ao 1º trimestre de 2018.

Acesse o balanço financeiro completo desta companhia, clicando aqui. Não deixe de conferir também seus indicadores fundamentalistas, clicando aqui.

Conheça a São Martinho

São Martinho S/A está entre os maiores grupos sucroenergéticos do Brasil, com capacidade aproximada de moagem de 24 milhões de toneladas de cana. Possui quatro usinas em operação: São Martinho, em Pradópolis, na região de Ribeirão Preto (SP); Iracema, em Iracemápolis, na região de Limeira (SP), Santa Cruz, localizada em Américo Brasiliense (SP) e Boa Vista, em Quirinópolis, a 300 quilômetros de Goiânia (GO). A companhia também possui uma unidade para produção de ácido ribonucleico, a Omtek, também localizada em Iracemápolis. O índice médio de mecanização da colheita é de 99,8%, chegando a 100% na Usina Boa Vista.

As usinas São Martinho, Iracema e Santa Cruz produzem açúcar e etanol, enquanto que a Usina Boa Vista é dedicada exclusivamente à produção de etanol. Todas elas geram energia elétrica a partir da queima do bagaço da cana, garantindo autossuficiência e venda do excedente (exceto a usina Iracema).

Na safra 2017/2018, foram processadas um total de 22,2 milhões de toneladas de cana-de-açúcar. Esse processamento de matéria prima resultou na produção de 1.407 mil toneladas de açúcar e 953 mil m³ de etanol.

Usuários ADVFN acompanham, gratuitamente e em tempo real, a cotação de todas as ações negociadas na BM&FBOVESPA através das ferramentas Monitor, Cotação e Gráfico.

Deixe um comentário