Suzano vê mercado de celulose equilibrado, discutirá "opções" para crescimento no início de 2019

LinkedIn

A Suzano (BOV:SUZB3) avalia que poderá concluir a operação de integração da rival Fibria entre dezembro e a primeira quinzena de janeiro do próximo ano, liberando a empresa para discutir o crescimento futuro do grupo combinado em um momento em que o cenário de oferta e demanda de celulose no mundo está equilibrado.

“A companhia vai ter potencial de geração de caixa expressivo, a desalavancagem está mais rápida do que esperávamos, isso gera um nível de flexibilidade maior para discutirmos opcionalidades… e o crescimento orgânico é uma das opcionalidades que teremos”, disse o presidente-executivo da Suzano, Walter Schalka, em teleconferência com jornalistas.

A empresa divulgou na véspera uma geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) recorde, saltando 78,6% sobre um ano antes, para R$ 2,118 bilhões.

Com Reuters  

Deixe um comentário