BRF, Lojas Americanas e mais 5 recomendações da Terra Investimentos para novembro

LinkedIn

A equipe de análise da Terra Investimentos divulgou na última quinta-feira, 1º, as suas principais recomendações de ativos para o mês de novembro. Segundo o documento, a corretora optou por retirar os papéis da Cemig (CMIG4) e Localiza (RENT3) e dar entrada na BRF (BRFS3) e Lojas Americanas (LAME4).

A BRF vem passando por uma fase de muitos desafios operacionais, porém recentemente anunciou um plano de reestruturação, que compreende venda de ativos, ajustes nas unidades fabris a fim de melhorar sua estrutura de capital e simplificação da estrutura organizacional. Com isso, a Terra Investimentos espera que as ações sejam impulsionadas pela reconquista gradual da confiança e percepção de risco diminuindo gradualmente ao longo do tempo.

Com relação ao papel das Lojas Americanas, a corretora acredita que no médio prazo as lojas físicas tendem a entregar uma melhora na performance, através de aumento no consumo que está relacionada diretamente às categorias de produtos da companhia.

A B2W, braço online da Lojas Americanas, a qual detém participação de 62%, passou por anos de investimentos em tecnologia e logística para alavancar o negócio online, o que deteriorou margens e resultou em queima de caixa. Isso gerou pressão na performance da Lojas Americanas também. Porém, olhando para frente, nossa perspectiva positiva para B2W deve ser também refletida nas Lojas Americanas. Além disso, uma maior integração das duas deve ser benéfico, gerando sinergia na operação e consequentemente, nas vendas.

Dessa forma, a carteira de novembro da Terra é composta pelos ativos da Petrobras (PETR4), Cosan (CSAN3), Gerdau (GGBR4), Itau Unibanco (ITUB4) e Valid (VLID3).

CapturadeTela2018-11-05às10.39.13

Deixe um comentário