ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for charts Cadastre-se para gráficos em tempo real, ferramentas de análise e preços.

Bom dia, Investidor! 20 de maio de 2019

LinkedIn

Esse é o Bom dia, Investidor! Com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir! 

Destaques corporativos

Vale: Vale (VALE3) iniciou obras para erguer um muro e tentar conter a lama da barragem da mineradora em Barão de Cocais (MG) caso a estrutura se rompa. A empresa afirma ter começado na última quinta-feira, 16, a terraplenagem para “construção da contenção em concreto”. As obras estão estão sendo feitas a seis quilômetros da barragem, entre a estrutura e a cidade de Barão de Cocais.

Petrobras: A Petrobras (PETR4) informou que a Corte Federal do Texas (EUA) julgou improcedente uma ação proposta pela companhia com o objetivo de anular sentença proferida na arbitragem movida pela Vantage Deepwater Company e Vantage Deepwater Drilling.

Air Europa: Estadão destacou que o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, enxerga, com o interesse do grupo espanhol Air Europa em operar voos domésticos no Brasil, uma possiblidade de na redução dos preços das passagens. A declaração foi dada a despeito da possibilidade de derrubada da Medida Provisória que abre o mercado nacional a empresas estrangeiras.

Banco do Brasil: Valor Econômico informa que a oferta de ações da Neoenergia, que deverá possibilitar a venda de fatias dos sócios Banco do Brasil (BBAS3), Previ e Iberdrola, deve sair em duas semanas. Segundo a publicação, o valor patrimonial da empresa ficou em cerca de R$ 18,4 bilhões, após questionamentos do banco estatal.

Recomendação de ativos

Cielo: Safra Corretora rebaixou suas projeções para a ação da Cielo (CIEL3), reduzindo o preço-alvo para R$ 8,00, ante a estimativa anterior de R$ 12,00 para o fim deste ano. A corretora manteve o rating Neutro (manutenção) para a ação.

Notícias

Boletim Focus: Os economistas das instituições financeiras elevaram sua previsão de inflação para este ano, ao mesmo tempo em que reduziram a estimativa de expansão da economia em 2019. Para o crescimento do PIB deste ano, a previsão do mercado financeiro recuou de 1,45% para 1,24% na semana passada. Foi a décima segunda queda seguida do indicador.

Para o ano que vem, a expectativa do mercado financeiro de expansão da economia permaneceu estável em 2,50%. Os economistas dos bancos também não alteraram a previsão de expansão da economia para 2021 e para 2022 – que continuou em 2,5% para os dois anos.

Para 2019, os economistas do mercado financeiro elevaram a expectativa de inflação estável de 4,04% para 4,07%. A meta central deste ano é de 4,25%, e o intervalo de tolerância do sistema de metas varia de 2,75% a 5,75%. Para 2020, o mercado financeiro manteve em 4% a estimativa de inflação – em linha com a meta central, de 4% para o próximo ano.

Commodities

Petróleo Brent: O barril do petróleo Brent, com data de vencimento em abril deste ano e negociado no mercado de futuros em Londres, abriu a sessão desta segunda-feira, 20, em alta. A commodity iniciou o dia cotada a US$ 73,11, variando 1,24% quando comparado ao fechamento da sessão anterior.

Câmbio

Dólar: 

O dólar abriu em queda nesta segunda-feira (20), após ter encerrado a semana passado na maior cotação desde setembro. Às 9h03, a moeda dos Estados Unidos caía 0,46%, a R$ 4,0802. No último pregão, o dólar chegou a bater R$ 4,11 e fechou a sessão em alta de 1,58%, a R$ 4,0991, no maior valor desde setembro de 2018. No ano, passou a acumular alta de 5,81%.

Agenda econômica

CapturadeTela2019-05-20às09.10.09

Deixe um comentário