Petrobras assina contratos para venda de campos em águas rasas de R$ 5,7 bi

LinkedIn

A Petrobras (BOV:PETR4) informou hoje que assinou dois contratos para venda de ativos de exploração e produção de petróleo, em águas rasas nas Bacias de Campos e Santos, no valor total de US$ 1,5 bilhão (cerca de R$ 5,7 bilhões). As transações são referentes à venda de 100% da participação nos Polos Pampo e Enchova, localizados em águas rasas na Bacia de Campos, para a Trident Energy do Brasil LTDA, uma subsidiária da Trident Energy L.P. (“Trident Energy”) e a venda de 100% da participação no campo de Baúna (área de concessão BM-S-40), localizado em águas rasas na Bacia de Santos, para a Karoon Petróleo & Gás Ltda, subsidiária da Karoon Energy Ltd (“Karoon”).

O fechamento das transações está sujeito ao cumprimento de condições precedentes, tais como a aprovação pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Pampo e Enchova

Nos Polos Pampo e Enchova, o valor da transação é de US$ 851 milhões, a ser pago em duas parcelas: (i) US$ 53,2 milhões nesta data, com a assinatura do contrato; e (ii) US$ 797,8 milhões na data de fechamento da transação, sem considerar os ajustes devidos. O contrato de venda prevê ainda o pagamento adicional de valores contingentes de até US$ 200 milhões, a depender dos preços futuros do petróleo.

Os chamados Polos Pampo e Enchova estão localizados na Bacia de Campos no litoral do Rio de Janeiro e englobam os campos de Enchova, Enchova Oeste, Marimbá, Piraúna, Bicudo, Bonito, Pampo, Trilha, Linguado e Badejo. A produção total atual de óleo e gás desses campos é de cerca de 25,5 mil barris por dia, através das plataformas PPM-1, PCE-1, P-8 e P-65. Com essa transação, a Trident passará a ser a operadora dessas concessões com 100% de participação nas mesmas.

A Trident Energy é uma empresa de óleo e gás constituída em 2016, especializada na operação de ativos de E&P maduros, com foco de atuação na América Latina e África. A empresa possui suporte financeiro do Fundo Warburg Pincus.

Venda do campo de Baúna

O valor da transação é de US$ 665 milhões, a ser pago em duas parcelas: (i) US$ 49,9 milhões nesta data, com a assinatura do contrato; e (ii) US$ 615,1 milhões na data de fechamento da transação, sem considerar os ajustes devidos.

O campo de Baúna, localizado na Bacia de Santos no litoral do estado de São Paulo, iniciou suas operações em fevereiro de 2013 e produz atualmente cerca de 20 mil barris de óleo por dia através do FPSO Cidade de Itajaí. Com essa transação, a Karoon Petróleo & Gás Ltda passará a ser a operadora da concessão com 100% de participação.

A Karoon é uma companhia internacional de exploração de óleo e gás, baseada na Austrália e listada na Australian Securities Exchange, com projetos na Austrália, Brasil e Peru.

O post Petrobras assina contratos para venda de campos em águas rasas de R$ 5,7 bi apareceu primeiro em Arena do Pavini.

Deixe um comentário