Investir em startups é a mesma coisa que investir na bolsa?

LinkedIn

De uma certa forma sim. Podemos fazer essa analogia. Claro que existem algumas diferenças, mas ambas são ofertas reguladas e que dão direito a participação societária em empresas.

A principal diferença é que no caso de investir em startups, você não vira sócio no dia 1, o contrato é realizado via Nota Conversível, que é basicamente um contrato de dívida que é conversível em Ações da futura S/A, a startup que é geralmente uma ltda terá que se transformar em S/A para que ganhes a ação que tens direito. Isso é feito assim para trazer mais segurança para o investidor, afinal é muito perigoso entrar de sócio de uma ltda (existem riscos trabalhistas e tributários envolvidos) e exigir que a startup vire uma S/A desde o dia 1 pode trazer uma serie de custos que podem atrapalhar um pouco o seu crescimento. Por isso a melhor forma de investir é via Nota Conversível.

Mas como disse, ao investir numa startup você estará ganhando ações da empresa no futuro.

Ou seja, digamos que você invista numa das startups que estão na CapTable e que cada uma destas startups emitam no dia da conversão em S/A 1 milhão de ações. Neste caso teríamos que o valor de cada ação desta startup vale hoje:

Trash In R$ 11

NOC R$ 7

InBeauty R$ 7

Simples assim! Você estará adquirindo um lote de ações (visto que nosso mínimo de investimento é R$ 1 mil) que te dará direito a um percentual das ações na hora da conversão em S/A (este valor é definido para cada startup já no contrato de investimento).

E o que acontece se no dia da conversão em S/A essa startup cresceu e o seu valor de mercado vale muito mais, digamos 10 vezes? Você multiplicou o valor do seu investimento por 10! Você continua ganhando o mesmo percentual de ações (lembrando que ele já é definido no contrato ou seja, não tem como não receber aquele percentual) porém o valor de cada ação vai ser maior do que o valor do dia do investimento. Desta forma, se você revender a sua ação para alguém, terá realizado o lucro! Mas você também pode ficar com as ações e assim ficar recebendo seus dividendos (que é a distribuição anual dos lucros da empresa, que ao virar S/A ela é obrigada a distribuir anualmente).

Viu como é fácil investir em startups? Porque você não acessa e conhece um pouco mais sobre o assunto: http://br.advfn.com/ct.php?ct=MTAwMDYz

Conheça o Telegram ADVFN e fique por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro. 

Deixe um comentário