Mercado de derivativos de vários trilhões de dólares no Ethereum?

LinkedIn

Já ouviu falar da OpenLaw? Um projeto blockchain apoiado pelo ConsenSys com protocolo baseado em blockchain para a criação e execução de acordos legais, com o objetivo de transformar o mercado de derivativos multibilionários, trazendo os contratos para a blockchain Ethereum para serem estruturados e executados.

Usando um breve vídeo para mostrar um contrato de Swap de taxa de juros que já foi testado na rede, o OpenLaw está demonstrando como esses contratos inteligentes podem ser usados ​​como um acordo legal acionável e aplicável. Veja o vídeo neste link.

O OpenLaw foi fundada pelo engenheiro de software David Roon e Aaron Wright, presidente do Grupo de Trabalho Jurídico da Enterprise Ethereum Alliance, o OpenLaw pretende ser uma plataforma colaborativa para advogados afim de padronizar os modelos de contrato e acessar ferramentas legais de tecnologia.

Transparência

Enquanto um derivativo é basicamente algo que deriva seu valor do desempenho de um ativo, índice ou entidade subjacente, o papel dos derivativos no atual sistema financeiro global não pode ser superestimado.

Embora o OpenLaw cite um valor de US$ 12 trilhões, isso pode apenas se aplicar ao mercado de derivativos de taxa de juros, vale destacar que o Bank for International Settlements (BIS) recentemente publicou uma avaliação mais completa desse mercado e outras fontes também declararam que todo o valor vinculado do mercado de derivativos está entre US$ 533 trilhões e US $ 1,2 quadrilhões, um valor que supera todos os títulos e mercados de ações do mundo.

Uma das razões pelas quais existe uma grande diferença entre os números é que ninguém publicou dados precisos que possa indicar as múltiplas camadas de derivativos em circulação. É um mercado que talvez seja melhor retratado por uma cena no filme da crise financeira global de 2008, o Big Short.

Ao oferecer uma plataforma que possa trazer mais transparência para o mercado de derivativos, o OpenLaw sinalizou a intenção de resolver um problema que incomoda os analistas há anos.

Em 2003, o investidor bilionário Warren Buffet estava tão preocupado com a complexidade dos produtos financeiros derivativos e o “risco de cadeia da margarida” que eles representavam, que ele os descreveu como:

 “… armas financeiras de destruição em massa que representavam um risco grave para a estabilidade do sistema bancário”. sistema.”

Se o mercado se voltar contra o banco detentor do derivado, as consequências, como vistas em 2008, podem ser fatais para essa instituição e, como Buffet indicou através de sua analogia de “risco de cadeia da margarida” , possivelmente até mesmo para as entidades que estão do lado oposto do comércio de derivativos.

A Reuters relatou que os derivativos de instituições bancárias como o Deutsche Bank são uma grande preocupação, já o jornal Financial Times chegou a argumentar se “os derivativos voltariam a quebrar o mercado?”

Certamente ainda é muito cedo para sugerir que a plataforma OpenLaw possa corrigir os problemas do sistema derivativo, mas qualquer novo contrato estruturado na blockchain Ethereum certamente forneceria um nível de transparência que não é visto atualmente.

Veja o Ranking das principais criptomoedas

Deixe um comentário