Bom dia, Investidor! 20 de janeiro de 2020

LinkedIn

Esse é o Bom dia, Investidor! Com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

Destaques corporativos

Ânima (BOV:ANIM3): A Ânima aprovou a oferta primária de 22.482.015 ações ordinárias. A quantidade de ações inicialmente ofertada poderá ser acrescida em virtude da possibilidade de colocação das ações adicionais.

Petrobras (BOV:PETR3)(BOV:PETR4): De acordo com o Valor Econômico, a Petrobras deve perder o direito de preferência concedido na exploração do pré-sal. A avaliação é de que esse direito distorce a concorrência e afasta competidores.O governo também deve reduzir o valor do bônus de assinatura ou diminuir o percentual de partilha do óleo com a União exigido nos campos de Sépia e Atapu, no pré-sal.

Trisul (BOV:TRIS3): A Trisul divulgou prévia operacional do quarto trimestre de 2019. A construtora planejava lançar e vender entre R$ 900 milhões e R$ 1 bilhão no ano. Porém, o resultado sobre a média dessa projeção foi de 121% e 118%, respectivamente.

Recomendação de ativos

CSN (CSNA3): A CSN foi rebaixada de compra para manutenção pelo HSBC. O preço-alvo é de R$ 16, o que implica em potencial de alta de 8,4% em relação ao último fechamento.

Vale (VALE3): O Bradesco BBI reafirmou sua recomendação outperform (desempenho acima de média) para os papéis da mineradora Vale e projeta que 2020 será “um ano de redenção” para a empresa. Os analistas fixaram um preço-alvo de US$ 21 (o equivalente a R$ 85,26) para o papel da Vale, que atualmente é cotado a US$ 12,97 (R$ 53,36).

Taesa (TAEE11): O Itaú BBA retomou a cobertura dos papéis da distribuidora mineira de energia elétrica Taesa, subsidiária de Cemig. O Itaú BBA avaliou as ações da Taesa como “underperform”, com preço-alvo de R$ 30 para o papel ao final de 2020.

Cielo (CIEL3): O Bradesco BBI reduziu a recomendação para a Cielo de neutro para underperform (desempenho abaixo da média do mercado) e cortou o preço-alvo de R$ 7 para R$ 6,50, o que representa uma queda de 17% em relação ao fechamento da última quarta-feira.

Notícias

Boletim Focus: Os economistas do mercado financeiro reduziram sua estimativa de inflação para este ano e também passaram a projetar um crescimento um pouco maior do Produto Interno Bruto (PIB). De acordo com o boletim, os analistas do mercado financeiro reduziram a estimativa de inflação para 2020 de 3,58% para 3,56%. Foi a terceira queda consecutiva do indicador. Para 2021, o mercado financeiro manteve a estimativa de inflação em 3,75%.

O mercado financeiro elevou a previsão de crescimento para a economia brasileira em 2020 de 2,30% para 2,31%. Para o próximo ano, a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) permaneceu em 2,50%.

Dólar

O dólar opera em alta nesta segunda-feira (20), contrariando movimento de sexta-feira. Às 09h01, o dólar subia 0,08%, a R$ 4,1681. Na sexta-feira (17), a moeda norte-americana terminou o dia vendida a R$ 4,1651, em queda de 0,66%. Na semana, o dólar acumulou alta de 1,78%. No ano, a valorização chegou a 3,87%.

Commodities

Minério de ferro: A jornada desta segunda-feira teve como marca principal a ligeira valorização dos contratos futuros do minério de ferro, que são transacionados na bolsa de mercadorias de Dalian, na China. O ativo com o maior volume de negócios, com data de vencimento para maio deste ano, somou 0,53% a 670,00 iuanes por tonelada.

Agenda econômica

■ Indicadores nacionais

  • Boletim Focus – Banco Central
  • Balança Comercial semanal – MinEconomia

■ Indicadores Internacionais

  • Japão – Produção industrial mensal (novembro)
  • Alemanha – Índice de preços ao produtor mensal 
  • Alemanha – Índice de preços ao produtor anual

Termômetro B3

DESTAQUES VAR %  FECHAMENTO (R$)
BRAP4  +4,30% R$ 41,97
TOTV3  +3,62% R$ 72,36
GOLL4  +3,52% R$ 37,93
COGN3 -2,91% R$ 11,67
HGTX3 -1,55% R$ 31,80
SUZB3 -1,17% R$ 43,78

 

Deixe um comentário