Gafisa aprova plano de recompra de ações e emissão de até R$ 2,5 bilhões em debêntures

LinkedIn

O conselho de administração da Gafisa (BOV:GFSA3), em reunião realizada nesta sexta-feira (27), aprovou medidas que “visam geração de valor aos acionistas e o fortalecimento de sua estrutura de capital”, informou a companhia em fato relevante enviado ao mercado.

Uma das medidas é o encaminhamento à assembleia geral ordinária, a ser realizada no dia 30 de abril de 2020, do plano de recompra de ações.

“Em mais uma iniciativa que reforça a confiança na retomada do desenvolvimento e do crescimento da Gafisa, o programa de recompra valoriza o apoio inequívoco que a companhia vem recebendo de seus acionistas. Esse programa vigorará por 12 meses a partir da aprovação em assembleia e poderá adquirir ações da companhia até o limite permitido pela legislação”, destacou no comunicado.

A Gafisa também vai propor à assembleia geral a deliberação de absorção dos prejuízos acumulados, o que permitirá que dividendos possam ser futuramente distribuídos.

A terceira medida é autorização de emissão de debêntures não conversíveis em ações em valor de até R$2.500.000.000,00 (dois bilhões e quinhentos milhões de reais), e autorização à diretoria para tomar as providências necessárias para a emissão.

“Continuamos determinados em nosso compromisso de consolidar uma posição de destaque para a Gafisa em seu segmento e no mercado em geral”, informou a empresa.

Em comunicado na última quinta-feria(25) a empresa concluiu a renegociação de seus passivos financeiros junto ao Banco do Brasil no valor acumulado de R$ 138.355.398,27.

A construtora Gafisa (BOV:GFSA3) divulgou na noite de quinta-feira (26) o primeiro resultado trimestral positivo em quatro anos, encerrando o quarto trimestre (4T19) com lucro de R$ 46,5 milhões.

Deixe um comentário