ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for default Cadastre-se gratuitamente para obter cotações em tempo real, gráficos interativos, fluxo de opções ao vivo e muito mais.

Mirae troca Banco do Brasil por Minerva na carteira recomendada semanal

LinkedIn

A Mirae Asset informou nesta segunda-feira que atualizou sua carteira recomendada de ações para a semana. Desta vez, os analistas optaram por realizar apenas uma mudança no portfólio, com a saída de Banco do Brasil (BBAS3) para a entrada de Minerva (BEEF3).

Na semana passada, as recomendações tiveram resultado negativo de 1,96%, contra queda de 4,63% do Ibovespa. Na dianteira ficaram os papéis do Magazine Luiza (MGLU3), com ganhos de 6,26%. Na ponta oposta, destaque negativo ficou para a Banco do Brasil, com queda de 17,85%.

A corretora destaca que a semana será mais curta por conta de feriado na sexta-feira com os mercados fechados (dia do trabalho). Toda noticia relacionada à evolução do covid-19 seguirá como vetor importante para o comportamento do mercado acionário global.

Enquanto os números de casos devem melhorar na Ásia e Europa pode piorar nos EUA e Brasil. Qualquer notícia sobre meios de tratamento da doença pode ajudar no viés das bolsas de valores.

Na agenda econômica teremos como destaques a divulgação de indicadores de inflação em diferentes países e o PIB do 1T20 na Zona do Euro e EUA e na quarta-feira ocorre reunião do FED para definir taxa de juros.

Aqui sai a taxa de desemprego de março na quinta-feira. Deveremos acompanhar os ruídos em Brasília, que podem atrapalhar o Ibovespa em algum momento. Continuamos vivendo em um período de grandes incertezas, o que tende a gerar volatilidade no mercado acionário e cambial.

Composição: BRF (BRFS3), Fleury (FLRY3), Hypera (HYPE3), Magazine Luiza, Minerva, MRV (MRVE3), Pão de Açúcar (PCAR3), Petrobras (PETR4), Vale (VALE3) e WEG (WEGE3).

Por Gabriel Codas

Deixe um comentário