BTG Pactual recomenda compra de ações da B2W e Lojas Americanas

LinkedIn

O BTG Pactual elevou o preço-alvo da B2W (BOV:BTOW3de R$ 77 para R$ 120 e manteve a recomendação de compra. O aumento, segundo o banco, é reflexo de uma empresa de alto crescimento — em especial nos negócios de marketplace —, com uma taxa composta anual de crescimento de vendas de 30% nos próximos cinco anos, com melhora gradual das margens.

O banco destaca que a empresa fortaleceu nos últimos meses seu ecossistema, com parcerias com BR Malls, Linx, BR Distribuidora, McDonald’s e Grupo Big, além da aquisição da SuperNow, “que deve aumentar a frequência dos consumidores e capilaridade da plataforma”.

Embora as vendas devam começar a desacelerar conforme o varejo físico vai reabrindo, o BTG Pactual diz que há uma tendência estrutural positiva para plataformas horizontais com grande variedade e tráfego, além de foco nos níveis de serviço, o que deve garantir uma consolidação mais rápida do comércio eletrônico entre algumas empresas de melhor desempenho, sendo a B2W uma delas.

Lojas Americanas

O banco também elevou o preço-alvo da Lojas Americanas (BOV:LAME4de R$ 27 para R$ 38 e manteve recomendação de compra.

De acordo com os analistas, embora o tráfego nas lojas tenha caído por causa do isolamento (o que levou a uma revisão em baixa nos números de 2020), a empresa mitigou parcialmente esse efeito com seu amplo sortimento — o que permitiu que a maioria das lojas permanecesse aberta em abril — e a crescente participação do canal on-line em seu total vendas.

Deixe um comentário