Confira o Relatório Mensal de Fundos Investimentos de maio

LinkedIn

Com base nos dados disponíveis na nossa plataforma de análise (fonte CVM/ANBIMA), a Economatica elabora relatório de desempenho dos fundos de investimento no mês de maio de 2020. Para a elaboração do relatório foram consideradas as seguintes condições:

– Os cálculos de patrimônio líquido, captação líquida e a rentabilidade de cada tipo excluem os Fundos em Cotas, evitando assim a dupla contagem. Conforme recomendação da ANBIMA no item 2 do relatório mensal.

– A mediana da rentabilidade por classificação considera todos os fundos com dados disponíveis até cinco dias anteriores à data de corte. FIDC´s, FIPS, Fundos Imobiliários e Fundos Off Shore não fazem parte da amostra.

– Consideramos a data de corte sempre o último dia calendário de cada mês. Assim, para o mês de maio, por exemplo, foram tomados os últimos dados disponíveis no mês de todos os fundos; estes dados poderiam estar entre os dias 22 e 29 de maio.

Fundos de ações

Pelo segundo mês consecutivo o patrimônio dos fundos de ações registra o melhor crescimento, em abril os fundos de ações tiveram crescimento de 10,54% e no mês de maio o crescimento é de 7,22%.

O maior crescimento de patrimônio entre os fundos de ações fica por conta dos fundos de FGTS, fundos Mono ação e ações sustentabilidade/governança com crescimento acima dos 10%.

A captação líquida dos fundos de ações em maio é de R$ 128,4 milhões. Os fundos de ações investimento no exterior têm o maior volume de captação com R$ 620,6 milhões, seguidos pelos fundos de ações livre com R$ 448,5 milhões. Do lado negativo dos valores encontramos os fundos de ações indexados com captação líquida negativa de R$ 796,0 milhões e os fundos de ações índice ativo com queda de R$ 646,6 milhões.

Na mediana somente duas categorias conseguem rentabilidade superior ao Ibovespa no mês de maio: os fundos de ações FGTS com valorização de 11,64% e os de mono ação, com 11,58%.

Os fundos de ações small caps têm o menor resultado em maio, na mediana, com 5,36% de valorização.

 

Fundos Multimercados

O patrimônio dos fundos multimercado registram crescimento de 2,07% no mês de maio. Os fundos multimercado juros e moedas têm o maior crescimento com 3,82%. Os fundos multimercado L&S neutro registram a maior queda com -2,04%.

A captação dos fundos multimercado no mês de maio é positiva em R$ 6,45 bilhões, revertendo o resultado negativo registrado no mês de abril quando perderam R$ 14,0 bilhões.

O carro chefe em captação líquida no mês de maio foram os fundos multimercado investimento no exterior com R$ 5,54 bilhões, seguidos pelos multimercados livre com R$ 3,0 bilhões. Na contramão os fundos multimercado macro têm queda de R$ 3,35 bilhões.

Os fundos multimercado investimento no exterior têm o melhor desempenho no mês de maio, na mediana a valorização foi de 1,66%, seguidos pelos fundos multimercado long & short com valorização de 1,34%

Fundos Renda Fixa

Pelo segundo mês consecutivo os fundos de Renda Fixa registram queda de patrimônio e apresentam captação líquida negativa.

No mês de maio a captação líquida negativa é de R$ 11,7 bilhões contra R$ 58,2 bilhões de captação líquida no mês de abril.

Os fundos renda fixa duração baixa grau de invest. têm a maior saída de recursos com captação líquida negativa no mês de maio de R$ 18,9 bilhões. Já os fundos de renda fixa duração baixa soberano registram captação líquida positiva de R$ 11,5 bilhões.

Os fundos de RF simples e duração baixa soberano têm rentabilidade no mês de maio inferior ao do CDI.

Os fundos de RF fecham o mês de maio com patrimônio de R$ 2,05 bilhões.

Fundos de Previdência

Os fundos de previdência registram crescimento 1,01% e patrimônio no mês de maio.

A captação liquida no mês de maio é negativa pelo segundo mês com R$ 582 milhões.

Os fundos de Previdência RF Duração Baixa Grau de Inv. têm a maior captação liquida com R$ 2,9 bilhões já os fundos Previdência RF Duração Baixa Soberano têm a maior queda com R$ 5,19 bilhões.

Os fundos de Previdência Ações Ativo têm o melhor desempenho no mês de maio na mediana a rentabilidade é de 8,49% seguido pelos fundos de Ações indexado com 8,48%

Fundos ETF´s e Cambial

Os fundos cambiais e ETF´s registram crescimento de patrimônio em maio.

Os cambiais têm captação líquida positiva de R$ 408,7 milhões e os de ETF´s queda de R$ 757,7 milhões.

Fundos Investimento consolidado

No mês de maio registramos crescimento de patrimônio líquido de 1,37%. Os fundos de ações têm o maior crescimento com 7,22%, seguidos pelos fundos cambiais com 4,22%.

Os fundos de renda fixa registram queda de patrimônio de 0,11%.

A captação líquida consolidada no mês de maio é negativa em R$ 6,0 bilhões. Os fundos de renda fixa têm a maior queda com R$ 11,7 bilhões, contra captação líquida positiva dos fundos multimercados de R$ 6,45 bilhões.

No ano de 2020 os fundos de renda fixa registram captação líquida negativa de R$ 118,2 bilhões, contra captação líquida positiva dos fundos multimercados de R$ 34,9 bilhões e os fundos de ações com R$ 33,9 bilhões.

 

Fonte Economatica

Deixe um comentário