Pool de mineração de Ether decide embolsar uma das transações de US$ 2,6 milhões

LinkedIn

O grupo de mineração de Ether (ETH), Etherchain, decidiu distribuir os US$ 2,6 milhões em taxas que recebeu como parte da sequência anormal de transações vista na semana passada.

De acordo com um tweet publicado em 15 de junho, o pool distribuirá o lucro inesperado para todos os mineradores que participaram desse bloco, de acordo com um snapshot tirado no momento da transação.

Justificando a decisão, a empresa afirmou que “dado o valor envolvido, acreditamos que quatro dias é tempo suficiente para o remetente entrar em contato conosco”.

A empresa revelou ainda que vários atores entraram em contato alegando serem os proprietários da conta, embora não pudessem fornecer uma assinatura válida que provasse conclusivamente que eram os proprietários originais.

Os desenvolvedores do Core Ethereum, Vlad Zamfir e Péter Szilágyi, criticaram a decisão, com Zamfir sendo particularmente confuso. Szilágyi disse que “honestamente esperaria um mês ou dois se você levasse a sério a devolução”.

A Etherchain observou que distribuirá fundos automaticamente para os mineradores se ocorrer alguma dessas ocorrências novamente, o que pode sugerir que o grupo não estava entusiasmado com a devolução do dinheiro.

Quanto dinheiro os mineradores receberão?

A taxa de US$ 2,6 milhões equivale a aproximadamente um dia de recompensas em bloco na Ethereum, calculada com um preço do ETH no momento da publicação de US$ 223.

No entanto, essa taxa não é distribuída uniformemente em toda a rede, pois o pool Ethermine da Etherchain controla apenas 21% do hashrate, de acordo com a Etherscan. Assim, os mineradores desse pool podem esperar receber o equivalente a cerca de cinco dias da mineração normal.

Chantagem pode estar por trás das grandes taxas

A empresa de análise chinesa PeckShield teorizou que os hackers obtiveram acesso completo a uma exchange, mas não podem sacar seus fundos porque não possuem as chaves privadas. Assim, eles só podem enviar dinheiro para um endereço na lista segura, mas, ao estabelecer taxas tão enormes, estão efetivamente desperdiçando o dinheiro.

Isso pode fazer parte de uma estratégia de resgate, na qual os hackers estão pedindo pagamento para interromper essas transações. Nesse contexto, a decisão da Etherchain efetivamente sela o resultado de pelo menos uma dessas transações e pode reforçar a posição dos hackers – se é isso mesmo que está acontecendo.

Outras teorias incluem APIs com mau funcionamento que estavam trocando os campos “gas” e “quantidade”, embora isso pareça cada vez mais improvável quando ocorreram três transações semelhantes.

Essas ocorrências ainda permanecem um mistério, pois parece que os proprietários dessas contas não estão pressionando para recuperar o dinheiro, apesar da boa vontade da maioria dos pools de mineração.

Por Andrey Shevchenko

Deixe um comentário