Copel espera vender 100% das ações da Copel Telecom no último trimestre deste ano

LinkedIn

A Copel (BOV:CPLE6) espera vender 100% das ações da Copel Telecom, seu braço de telecomunicações, no último trimestre deste ano. A assinatura do contrato de compra e venda das ações está prevista para o primeiro trimestre de 2021.

O cronograma já havia sido informado pela estatal paranaense de energia elétrica na semana passada, em teleconferência de resultados, e foi reiterado nesta manhã, durante audiência pública virtual para comentar o desinvestimento.

A operação está em análise pelo Tribunal de Contas do Estado do Paraná e, por isso, o edital do leilão ainda não foi publicado. O valor mínimo da transação já está definido, mas só será divulgado junto com o edital.O grupo paranaense está vendendo o ativo para focar no seu negócio principal, o de energia elétrica, segundo Wendell Oliveira, presidente da Copel Telecom. Na audiência, o executivo afirmou que, diante do cenário competitivo para os serviços de telecomunicações, seria desafiador para a estatal continuar crescendo na área.

Com a venda, os funcionários da Copel Telecom serão realocados em outras subsidiárias da estatal. Porém, o potencial comprador poderá fazer uma oferta para contratação dos empregados. A venda prevê um contrato de serviços de transição e gerenciamento, com prazo de 6 meses (prorrogável por mais 6 meses), para garantir o andamento dos negócios.

A Copel estreou no setor de telecomunicações em 1998. Atualmente, oferece serviços de banda larga fixa em 85 municípios do Paraná e tem aproximadamente 22% de participação de mercado no Estado. Sua infraestrutura de rede cobre todas as cidades paranaenses e, segundo a companhia, há uma plataforma pronta para alavancar sua base: são 200 mil clientes, mas 1 milhão de “homes passed” (número de casas onde o serviço está disponível).

Estão assessorando a empresa no processo da Copel Telecom o banco de investimentos Rothschild & Co e o Cescon, Barrieu, Flesch & Barreto Advogados.

Por Letícia Fucuchima, Valor

Comentários

  1. Orlando Cesar de Oliveira diz:

    Senhores

    Vejo como lesa pátria a venda de tão grande empresa.

    Lamento que os reais motivos desta venda não tenha sido exposto a público.

    Eng. Orlando Cesar de Oliveira
    Criador da Copel Telecomunicações S.A.

Deixe um comentário