A Apple caiu discretamente 22% desde seu pico, desistindo de US$ 500 bilhões em capitalização de mercado

LinkedIn
  • A Apple perdeu 22,5% de seu recorde intradiário de US$ 137,98 em 2 de setembro, perdendo cerca de US$ 536 bilhões em valor de mercado.
  • A gigante liderada por Tim Cook anunciou na terça-feira um monte de novos hardwares e alguns novos softwares, mas não apresentou um novo iPhone.
  • A fraqueza da Apple nas últimas semanas também veio em meio a uma ampla onda de vendas no setor de tecnologia, à medida que os investidores se afastavam das empresas líderes de mercado.

Bem, isso foi rápido.

Demorou apenas 12 pregões para a Apple (AAPL) (BOV:AAPL34) mergulhar mais de 20% de seu recorde histórico, perdendo mais de meio trilhão em capitalização de mercado.

A gigante da tecnologia perdeu 22,5% de seu recorde intradiário de US$ 137,98 em 2 de setembro, perdendo cerca de US$ 536 bilhões em valor de mercado.

O declínio rápido e furioso da Apple seguiu sua forte alta em agosto antes de seu desdobramento de ações 4 por 1, enquanto as perdas acentuadas também vieram depois do recente evento de produto da Apple em 15 de setembro, o primeiro em 2020.

 

A gigante liderada por Tim Cook anunciou na terça-feira  um monte de novos hardwares e alguns novos softwares, incluindo Apple Watch Series 6, o novo iPad Air, um novo serviço de fitness e novos pacotes de serviços chamados Apple One. No entanto, a Apple não anunciou nenhum novo iPhone. Além disso, a maior coisa faltando no pacote do Apple One que o tornaria muito mais atraente: uma conexão de hardware para o iPhone.

Tony Sacconaghi, analista de pesquisa sênior da Bernstein, chamou o evento de “relativamente desanimador”.

“Acreditamos que pode ser difícil mover os usuários de serviços competitivos de música, vídeo ou jogos, onde eles estão frequentemente fortificados”, disse Sacconaghi em uma nota. “Continuamos a acreditar que a Apple deve procurar agrupar de forma mais criativa seu hardware + serviços em pacotes de assinatura integrados.”

A fraqueza da Apple nas últimas semanas também veio em meio a uma ampla onda de vendas no setor de tecnologia, à medida que os investidores se afastavam das empresas líderes de mercado.

O Nasdaq Composite de alta tecnologia mergulhou no território de correção, com queda de mais de 10% em relação ao seu recorde. Alguns investidores acreditam que a onda de vendas dos queridinhos do setor de tecnologia vem de preocupações com avaliações elevadas que aumentaram muito, muito rápido.

Antes da recente liquidação, as ações da Apple subiram 21,4% somente em agosto, quando o anúncio do desdobramento provocou uma recuperação automática. A mudança confundiu muitos em Wall Street, visto que tal ação corporativa não tem impacto sobre os fundamentos da empresa ou o valor intrínseco da propriedade existente.

Ainda assim, alguns analistas acreditam que a Apple está se recuperando daqui, dada sua posição de megacap e histórico de produtos de qualidade.

Gene Munster, da Loup Venture, disse que a principal lição do evento da Apple é como a empresa está “empurrando cada vez mais produtos aos seus consumidores”.

“Eles podem se safar e o motivo é que eles têm alguns dos melhores produtos do mundo”, disse Munster no “Fast Money” da CNBC na terça-feira. “Eles têm ótimos produtos e os consumidores conseguem enxergar o custo alto á uma troca de um bom serviço.”

Fonte: CNBC

Deixe um comentário