Boa Vista estreia na B3 e papéis da companhia sobem forte no primeiro dia de negociações

LinkedIn

O último pregão do mês de setembro reserva novidades na B3. Nesta quarta-feira, o birô de crédito Boa Vista (BOV:BOAS3) estreou na bolsa brasileira com o pé direito.

Depois de uma oferta de ações bem sucedida, os papéis da companhia sobem forte no primeiro dia de negociações. Por volta das 12h, as ações ordinárias da companhia subiam cerca de 14%, cotadas a R$ 13,90. No mesmo horário, o Ibovespa, principal índice da bolsa, apresentava alta de 1,03%.

A oferta inicial de ações da companhia, finalizada na última segunda-feira destoou dos últimos IPOs feitos na B3. Esse é o 18º IPO realizado na bolsa brasileira este ano e o primeiro de uma empresa de gestão e análise de crédito. As ações estão listadas no Novo Mercado, o mais alto nível de governança da bolsa.

Após uma série de ofertas marcadas pela volatilidade e que saíram abaixo ou no piso da faixa indicativa, o birô de crédito concluiu a sua oferta precificando as ações no centro da faixa indicativa que ia de R$ 10,80 a R$ 13,60, a R$ 12,20.

A companhia, um dos principais nomes do setor de gestão e análise de crédito, captou R$ 2,17 bilhões, executando o lote principal e o suplementar. A demanda chegou a ser 5 vezes superior ao total de ações.

Dos recursos da oferta primária, que irão para o caixa da empresa, parte será utilizado para financiar novas aquisições e pagamento adiantado de contratos financeiros.

A oferta foi coordenada pelo JPMorgan, Citibank e Morgan Stanley.

Deixe um comentário