Granbio e 3R Petroleum pedem registro para IPO

LinkedIn

A produtora de biocombustíveis e de etanol a partir de celulose de biomassa de cana-de-açúcar Granbio pediu registro para uma oferta inicial de ações (IPO).

A oferta da Granbio será apenas primária, coordenada por Citi, UBS e Santander. Fundada em 2011, a empresa “provê soluções tecnológicas e industriais para a descarbonização da economia através da utilização eficiente do carbono contido na biomassa”.

Detentora de mais de 250 patentes globalmente (130 patentes aprovadas e 120 patentes requeridas), a GranBio atua da matéria-prima à distribuição do produto final, e já investiu mais de US$ 400 milhões em nove anos.

Criada em 2011, a Granbio tem como sócios a Gran Investimentos (com 86% do capital), da família Gradin, e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), com os 14% restantes.

A Granbio diz produzir etanol de segunda geração, biocombustíveis e nanocelulose, usado na produção de pneus, cosméticos, embalagens, tintas, químico, peças automotivas, materiais de defesa, caixas para eletrônicos, embalagens e tecidos, além de na engenharia biomédica.

A companhia tem três centros de pesquisa e desenvolvimento no Brasil e nos Estados Unidos.

Em 2019, a empresa teve receita líquida de R$ 33,5 milhões, ante R$ 24,3 milhões em 2018. O lucro líquido foi de R$ 79,1 milhões, ante prejuízo de R$ 58,7 milhões no ano anterior.

IPO 3R Petroleum

A 3R Petroleum protocolou nesta terça-feira (1) pedido de oferta pública de ações (IPO, na sigla em inglês) junto à CVM.

A 3R Petroleum tem a gestora Starboard como controladora e fará apenas captação primária, em oferta coordenada por XP, BTG, Itaú BBA e Genial. A companhia usará o capital para potenciais aquisições de ativos da Petrobras, pagamento das aquisições de ativos da estatal já em curso e aumento da posição de caixa de seu principal ativo, o Polo de Macau.

A 3R Petroleum é o resultado da incorporação da sociedade 3R pela OPOG. O capital social da companhia integralmente detido pela StarÔnix AG.

A companhia se consolidou como um player estratégico do setor de óleo e gás cujo foco é o redesenvolvimento de campos maduros em produção localizados em terra (onshore) e em águas rasas (shallow water).

Segundo o prospecto, “Redesenvolver, Revitalizar e Repensar” são os pilares que norteiam sua estratégia de
incremento de produção e reservas em campos maduros e que subsidiam a meta de nos tornar uma grande companhia petrolífera privada e independente, com escala no Brasil e na América Latina.

Conforme a 3R Petroleum, seu plano de negócios é baseado em crescimento por meio do redesenvolvimento de seu portfólio atual.

CENTRAL DE IPO – Confira todas as empresas que fizeram pedido ou deram entrada para realização de IPO…

A lista de empresas que miram uma abertura de capital em setembro e outubro já inclui mais de 40 empresas. Perto do fim do prazo para protocolar o pedido de IPO (oferta inicial de ações, na sigla em inglês) nos próximos dois meses, novas empresas entraram na fila de estreias na B3, a Bolsa paulista. Entre elas estão a rede de farmácias Nissei, do Paraná, e a varejista Le Biscuit, com sede na Bahia. O grupo inclui também a Aeris (fabricante de pás eólicas) e duas incorporadoras – a Urbe, da MRV, e a HBR Realty.

 

Deixe um comentário