Instagram testará o recurso shopping no IGTV e Reels

LinkedIn

Instagram, de propriedade do Facebook (NASDAQ:FB), começará a testar as compras por meio de seu recurso de vídeo curto Reels ainda este ano, em um esforço para monetizar o recém-lançado clone do TikTok.

O Instagram também adicionará compras ao IGTV, onde os usuários podem assistir a vídeos mais longos, a partir de segunda-feira, segundo a CNBC.

A mudança de segunda-feira atrairá criadores e marcas que buscam rotineiramente monetizar seus esforços no aplicativo. Eles poderão adicionar tags de compras às suas postagens, para que os usuários possam tocar no item e comprar por meio do aplicativo Instagram ou do site de um varejista.

O Facebook (BOV:FBOK34) tem entrelaçado mais recursos de compras no Instagram nos últimos dois anos. Mais recentemente, ela começou a testar uma guia “Loja” dedicada em sua tela inicial neste verão. Os usuários já podem comprar por meio de postagens regulares do Instagram, Live, Stories e seu feed Explore.

Embora o esforço para adicionar shopping ao Reels fosse esperado, ainda é um lançamento rápido, já que o recurso foi lançado há apenas dois meses. Mas adicionar o recurso de compras em breve pode dar à empresa uma vantagem sobre a TikTok, sua concorrente.

A TikTok está abrindo caminho no espaço do comércio eletrônico. A TikTok  começou a testar novos recursos de comércio social no ano passado, permitindo que alguns usuários adicionassem links a seus perfis e vídeos. A gigante do varejo Levi’s foi uma das primeiras marcas de varejo a usar o novo recurso “Compre agora” da TikTok para direcionar os usuários às mercadorias.

A Tiktok também está trabalhando em um acordo para vender algumas de suas operações para a Oracle (ORCL) (ORCL34) e o Walmart, já que a empresa está sendo criticada pelo governo Trump, que acusou o aplicativo de propriedade chinesa de coletar dados sobre americanos e enviá-los ao governo chinês.

Ao se associar ao Walmart (WMT) (WALM34), as duas empresas poderiam impulsionar suas operações de e-commerce, ao mesmo tempo em que davam ao gigante uma vantagem com a jovem base de usuários da TikTok. O Walmart disse que ainda está finalizando acordos comerciais, mas planeja fornecer “e-commerce, atendimento, pagamentos e outros serviços omnicanal para a TikTok Global”.

 

Deixe um comentário