4 razões pelas quais a alta do Bitcoin se mantém, apesar de correção

LinkedIn

Depois que o preço do Bitcoin (BTC) caiu repentinamente de cerca de US$ 18.500 para US$ 17.200, alguns traders começaram a questionar se um topo local havia se formado, mas há vários fatores que sugerem que a alta ainda está intacta.

Após a retração inicial, o BTC continuou mostrando extrema volatilidade, demonstrando a incerteza do mercado.

Os quatro fatores que mostram que o ímpeto do Bitcoin permanece forte são influxos de baleias, uma forte resposta do mercado, resiliência acima de cada aglomerado de baleias e altos contratos em aberto.

As baleias não estão vendendo grandes quantidades de BTC

De acordo com dados da CryptoQuant, as baleias não estão vendendo grandes quantidades de BTC. Essa tendência é digna de nota porque o Bitcoin está testando um alto nível de resistência de vários anos de US$ 18.000.


Bitcoin exchange whale ratio. Source: CryptoQuant

Ki Young Ju, o CEO da CryptoQuant, disse que a proporção exchange baleia permanece baixa. Dada a pressão de venda relativamente baixa das baleias, Ju disse:

“Prezados vendedores de $ BTC, podem me chamar de menino da lua, mas infelizmente não haverá um dump em massa como em março deste ano. A proporção exchange baleia (MM de 90 dias) ainda é muito baixa. A alta de longo prazo é inevitável. ”

Se a pressão de venda proveniente de mineradores e baleias permanecer baixa no curto prazo, o BTC poderia ter poder de fogo suficiente para iniciar uma recuperação mais ampla.

O Bitcoin permanece resiliente acima dos principais aglomerados de baleias

A Whalemap, uma empresa de análise de mercado on-chain que rastreia baleias, descobriu uma tendência semelhante. Os analistas disseram que as baleias acumularam BTC ao longo de novembro. Os preços pelos quais as baleias compraram BTC estão se mantendo.

No curto prazo, o suporte chave do aglomerado de baleias para o Bitcoin é de US$ 16.411. Enquanto o BTC permanecer estável acima da área de suporte de US$ 16.400, a alta provavelmente se manterá.

Um agrupamento de baleias se forma quando as baleias compram Bitcoin a um determinado nível de preço e não os movem para outro lugar. Os analistas explicaram:

“As bolhas indicam os preços pelos quais as baleias compraram o BTC que estão atualmente mantendo. As bolhas também visualizam os níveis de suporte. Na última vez, ele saltou de US$ 15.762 e tivemos um aumento de 15% no preço. A nova bolha de US$ 16.411 vai se manter desta vez também? ”

 

Aglomerados de baleias de Bitcoin. Fonte: Whalemap

Forte resposta do mercado após uma acentuada retração

Além de dados favoráveis sobre baleias que mostram a resiliência do Bitcoin, cada grande queda foi rapidamente comprada nas últimas 24 horas.

Em 18 de novembro, o Bitcoin caiu para US$ 17.215 e US$ 17.284, registrando grande retrocesso de seu pico de US$ 18.520. No entanto, o BTC se recuperou quase imediatamente após cada pequena correção, estabilizando-se acima de US$ 17.600 na maior parte do tempo.

Contratos em aberto estão aumentando

Dados da Skew mostram que a quantidade de contratos em aberto no mercado de futuros de Bitcoin está aumentando. A quantidade de contratos em aberto do mercado de futuros mostra a soma de todos os contratos de posições de compra e venda.

O número alto de contratos em aberto normalmente significa que há um número significativamente alto de traders especulando sobre o preço do Bitcoin.

No curto prazo, isso significa que grandes movimentos de preços são inevitáveis. Resta ver se o pico de volatilidade faria com que o BTC aumentasse ou sofresse uma correção profunda.

No entanto, com base nos dados otimistas das baleias e na forte reação do mercado a grandes quedas, as chances de o próximo pico volátil favorecer o Bitcoin são maiores.

Por Joseph Young

Deixe um comentário