Estas são as 10 ações de varejo favoritas de Wall Street na temporada de compras natalinas

LinkedIn

A Black Friday de 2020 oficialmente deu início à temporada de compras mais movimentada do ano e Wall Street identificou quais varejistas vão se beneficiar mais neste ano incomum.

A National Retail Federation espera que as vendas de compras de Natal cresçam 3,6% a 5,2% em 2020. No entanto, esta temporada terá um foco especial no e-commerce em meio à pandemia de coronavírus.

Para determinar as ações favoritas das compras de Natal de Wall Street, a CNBC selecionou empresas de varejo com classificação de “Compra” de pelo menos 50% dos analistas. O grupo também tem pelo menos 5% de aumento em relação ao preço-alvo de 12 meses.

Empresas Ticker BDRs
Amazon AMZN AMZO34
Lowe’s LOW LOWC34
Home Depot HD
TJX Companies TJX TJXC34
Ross Stores ROST ROST34
Etsy ETSY
Nike NKE NIKE34
Hasbro HAS H1AS34
Dollar General DG
Walmart WMT WALM34

A gigante do comércio eletrônico Amazon é o varejista mais querido em Wall Street, com mais de 85% dos analistas classificando-a como “Compra”. Wall Street também vê as ações da Amazon ganhando mais de 20% nos próximos 12 meses.

As ações da Amazon subiram mais de 70% apenas em 2020, quando o varejista online emergiu como um dos principais beneficiários da pandemia do Covid-19. Milhões de americanos estocaram alimentos e utensílios domésticos, evitando lojas físicas.

A Truist Securities disse que espera que a Amazon reivindique US$ 0,42 centavos para cada dólar gasto nas compras de Natal este ano, ante US$ 0,36 centavos por dólar no ano passado.

No espaço de e-commerce, Wall Street também gosta do Etsy, que tem o maior percentual de avaliações de “Compra” da lista. No início desta semana, Jefferies nomeou Etsy uma das principais opções para compras de Natal, pois se beneficia do aninhamento doméstico.

O grande varejista Walmart também está na lista. O foco do Walmart em compras online e retirada na calçada também ajudou o varejista durante a pandemia. Wall Street vê as ações do Walmart ganhando mais de 6% no próximo ano.

“O comércio eletrônico de alimentos recebeu um grande impulso em meados de setembro, quando o maior dono da mercearia da América do Norte, o Walmart, lançou seu serviço de assinatura Walmart +, incluindo entrega ilimitada no mesmo dia, descontos em combustível e outros benefícios”, disse o analista da CFRA Garrett Nelson aos clientes.

Wall Street também está otimista com as ações de melhorias residenciais Home Depot e Lowe’s. As ações subiram 25% e 29%, respectivamente, em 2020, uma vez que a pandemia levou o consumidor a gastar mais com suas casas em meio aos pedidos para se isolar.

O CFRA disse aos clientes que acredita que “os varejistas de artigos de decoração estão obtendo uma grande fatia da carteira das famílias que desejam um estilo de vida para viver e trabalhar em casa a longo prazo”.

Os analistas esperam que as ações da Lowe’s subissem mais de 17% e da Home Depot 13% nos próximos 12 meses.

Os analistas também gostam das varejistas de descontos TJX Companies, Ross Stores e Dollar General. Esses nomes costumam ter um bom desempenho em tempos de incerteza econômica.

Wall Street espera que as ações da TJX Companies subam quase 13% e a Ross Store ganhe cerca de 10% nos próximos 12 meses. Os analistas veem a Dollar General ganhando 6% no mesmo período.

Analistas de Wall Street também gostam da gigante de calçados Nike e da fabricante de brinquedos Hasbro entrando na temporada de compras natalinas. Os analistas veem as ações da Nike ganhando mais de 8% e as da Hasbro subindo mais de 6,5% nos próximos 12 meses.

Deixe um comentário