Cidade de Suzhou oficialmente anuncia loteria com criptomoeda chinesa

LinkedIn

Confirmando o artigo do Shanghai United Media Group, a cidade chinesa de Suzhou irá realizar uma nova rodada do amplo teste com o yuan digital.

Nesta sexta-feira (4), o governo de Suzhou anunciou que distribuirá 20 milhões de yuans (ou US$ 3 milhões) na forma da moeda digital emitida por banco central (CBDC) da China, conhecida como DC/EP.

Os US$ 3 milhões de yuans serão distribuídos em 100 mil envelopes vermelhos digitais por meio de uma loteria, em que só cidadãos da cidade poderão participar.

Cada envelope vermelho — tradicionalmente presenteado a crianças, membros da família ou funcionários como um sinal de boa-sorte — digital terá 200 yuans, ou US$ 30.

O governo afirmou que cidadãos locais podem se registrar na loteria entre sábado (5) e domingo (6) e os resultados serão anunciados na próxima sexta (11), um dia antes do “Duplo 12”, festival anual de compras on-line.

Residentes que ganharem o prêmio poderão gastar os yuans digitais entre 11 e 27 de setembro em comércios que aceitem o pagamento em DCEP, bem como em lojas específicas da gigante empresa de e-commerce JD.com, segundo uma publicação.

Além disso, o governo disse que ganhadores da loteria serão convidados a testar o novo recurso de pagamento off-line e integrado a uma carteira DCEP.

Para o teste em Suzhou, residentes poderão ativar uma carteira DCEP por meio de seis bancos estatais: o Banco Agrícola da China (ABC), o Banco Industrial e Comercial da China (ICBC), o Banco de Construção da China (CCB), o Banco da China (BoC), o Banco de Comunicações (BoCom) e o Banco Postal de Poupança da China (PSBC).

O teste do yuan digital em Suzhou vem meses após a cidade de Shenzhen ter completado um teste parecido, que distribuiu US$ 1,5 milhão em yuans digitais a cidadãos locais, que poderiam gastar DCEP em mais de três mil lojas.

China esteve realizando diversos testes com o yuan digital desde abril deste ano em quatro grandes cidades: Shenzhen, Xiong’An, Chengdu e Suzhou.

O banco estatal ICBC havia disponibilizado recursos internos de carteira DCEP dentro do aplicativo móvel do banco, mas apenas para alguns usuários em Chengdu.

Traduzido e editado por Daniela Rocha

Deixe um comentário