Empresa de tecnologia Neogrid (NGRD3) precifica ação em R$ 4,50, abaixo da faixa indicativa

LinkedIn

Empresa de tecnologia Neogrid (BOV:NGRD3) precifica ação em R$ 4,50, abaixo da faixa indicativa. A empresa de software com sede em Joinville, Santa Catarina esperava uma precificação entre R$ 5,50 reais até R$ 7,25 reais.

A companhia estreia na B3 na próxima quinta-feira (17). A venda de ações da Neogrid é comandada pelo Credit Suisse, pelo Citi e pela UBS BB e está restrita a investidores que possuam de R$ 3 mil investidos até R$ 1 milhão. Os coordenadores podem ainda, a depender da demanda, liberar um lote extra de 14,1 milhões, que tem potencial para levantar mais R$ 90 milhões.

Um ainda raro caso de empresa de tecnologia com planos de ir à bolsa brasileira, a Neogrid vai testar o apetite de investidores institucionais e de estrangeiros por representantes do setor no país.

A companhia, que se define como uma representante do ramo de SaaS (Software as a Service), pretendia levantar R$ 479 milhões por meio da oferta primária, com recursos que vão reforçar o caixa da companhia; e outros R$ 121 milhões com uma oferta secundária dos acionistas vendedores, que embolsarão os recursos da venda.

Parte da oferta inicial das 94 milhões de ações ordinárias será primária, quando o capital levantado vai para o caixa da empresa, e parte será secundária, indo para os acionistas vendedores, que são o funzo Zaphia e Thiago Grechi, atual CFO da Neogrid.

A companhia tem uma lista de clientes com cerca de 37 mil empresas e, entre elas, estão nomes grandes como Sony, Bauducco, Cimed e Kraft Heinz, e, além disso, tem presença em São Paulo, Porto Alegre, Chicago (EUA) e Amsterdã (Holanda).

Nos três primeiros trimestres de 2020, a companhia teve uma receita bruta de R$ 154,5 milhões e um lucro de R$ 8,6 milhões. No ano passado, a Neogrid teve um faturamento de R$ 207 milhões e lucro líquido de R$ 8,7 milhões.

Deixe um comentário