Galaxy Digital entra na mineração de Bitcoins e lança unidade de serviços financeiros focada em mineradores

LinkedIn

A Galaxy Digital – a empresa de gestão de investimentos em serviços financeiros e criptomoedas fundada por Mike Novogratz – tem como objetivo estabelecer uma posição no setor de mineração Bitcoin (BTC).

Depois de um ano diversificando cada vez mais seus produtos e atividades, a empresa anunciou duas novas incursões no setor de mineração de Bitcoin para 2021. O primeiro projeto será uma nova unidade de negócios que a Galaxy descreve como “uma plataforma completa de serviços financeiros para mineradores. ”

Batizada de Galaxy Digital Mining, a unidade é comandada por Amanda Fabiano – ex-diretora de mineração da Fidelity Investments. Em um breve resumo de sua experiência em serviços financeiros, Galaxy destaca a experiência de Fabiano em trabalhar com securitização não tradicional, financiamento de ativos reais, produtos estruturados, banco de investimento e consultoria estratégica.

Os serviços da Galaxy para mineradores irão, no início, englobar negociação e gestão de risco, investimento e empréstimo, bem como assessoria corporativa. O co-presidente Chris Ferraro deu algumas dicas sobre onde o Galaxy Digital Mining se encaixa no roteiro geral da empresa:

“Vemos grandes oportunidades em financiamento de projetos de mineração, financiamento de equipamentos, financiamento com base em ativos digitais, bem como otimização de capital de giro e soluções de hedge.”

Junto com os serviços financeiros com foco em mineração, a Galaxy Digital Mining também criou uma operação de mineração Bitcoin proprietária e está hospedando suas plataformas em um datacenter de terceiros nos Estados Unidos. Fabiano afirmou que as duas vertentes das atividades da unidade serão complementares, afirmando que “ao minerarmos nós próprios podemos compreender profundamente e resolver as necessidades financeiras dos mineiradores”.

Conforme relatado anteriormente, o Galaxy Digital teve um 2020 otimista, refletindo as fortunas de toda a indústria e sinalizando uma maior participação de investidores institucionais na criptografia. Seu relatório de lucros do terceiro trimestre mostrou um aumento de 75% no volume de negócios com relação ao ano anterior, o que foi atribuído a uma base de contrapartes em expansão, ao lançamento de sua plataforma de negociação eletrônica e ao crescimento de seus negócios de derivados de criptomoedas.

Por Marie Huillet

 

Deixe um comentário