Mercado asiático fechou em baixa principalmente com a queda das ações da Xiaomi em Hong Kong

LinkedIn

15/01/2021: As ações da fabricante chinesa de smartphones Xiaomi despencaram no comércio de sexta-feira depois que o governo do presidente dos EUA, Donald Trump, colocou a empresa numa lista de supostas empresas militares chinesas. No fechamento de sexta-feira em Hong Kong, as ações da Xiaomi listadas na cidade despencaram 10,26%.

As ações da CNOOC listadas em Hong Kong caíram 1,1% – após o Departamento de Comércio dos EUA anunciar na quinta-feira que havia adicionado a empresa à sua lista de entidades, o que essencialmente restringe as empresas de receberem mercadorias específicas feitas nos EUA.

No Japão, o Nikkei 225 :  –0,62%,  para fechar em 28.519,18.

Na Coreia do Sul, o Kospi : -2,03% , para fechar em 3.085,90.
FECHAMENTO🇯🇵🇨🇳🇭🇰🇰🇷ÁSIA
🇯🇵NIKKEI 225   -0,62% 🇯🇵
🇨🇳SHANGAI  +0,01% 🇨🇳
🇭🇰HANG SENG   +0,27%
🇰🇷KOSPI  -2,03%🇰🇷

O S & P / ASX 200 na Austrália fechou estável em 6.715,40.

O índice mais amplo da MSCI de ações da Ásia-Pacífico caiu 0,42%.

O índice do dólar americano, que acompanha o dólar contra uma cesta de seus pares, estava em 90,409, após uma baixa anterior de 90,223.

Resumo

O governo Trump adicionou na quinta-feira a fabricante chinesa de smartphones Xiaomi a uma lista negra de supostas empresas militares chinesas.

O presidente eleito dos EUA, Joe Biden, revelou na quinta-feira detalhes de um pacote de resgate de US $ 1,9 trilhão para o coronavírus.

A proposta de Biden, chamada de Plano de Resgate Americano, inclui algumas medidas de estímulo familiares na esperança de sustentar famílias e empresas até que as vacinas sejam amplamente distribuídas.

↔ Faça a conversão de moeda para qualquer país do mundo gratuitamente

Commodities

Os preços do petróleo caíram na tarde do pregão na Ásia, com os futuros do petróleo de referência internacional Brent caindo 1,17%, para $ 55,76 por barril. Os futuros do petróleo dos EUA também caíram 0,84%, para $ 53,12 por barril.

Deixe um comentário