Cruzeiro do Sul reporta números acima do esperado e Bank of America recomenda compra

LinkedIn

A Cruzeiro do Sul Educacional reportou números operacionais acima do esperado no quarto trimestre de 2020, de acordo com o Bank of America. O banco destaca indicadores como expansão da margem bruta e provisões conservadoras, e afirma que a desvalorização das ações proporciona um bom ponto de entrada para investidores.

De acordo com o banco, a Cruzeiro do Sul (BOV:CSED3) se destaca dos pares do setor devido ao fluxo de caixa operacional anual alcançando 93% do Ebitda ajustado. Os analistas pontuam ainda a política de provisões mais conservadora durante a pandemia.

“Nós acreditamos que os resultados do quarto trimestre foram bons e mantemos nossa recomendação de compra para as ações, considerando que vemos o recente desconto no preço das ações como um atraente ponto de entrada”, afirmam os analistas Roberto Otero e Pedro Mariani.

O preço-alvo do Bank of America para as ações ordinárias da Cruzeiro do Sul é de R$ 21, o que representa potencial de alta de 77,8% ante a cotação registrada há pouco.

Lucro líquido ajustado de R$ 175,4 milhões em 2020

A Cruzeiro do Sul registrou lucro líquido ajustado de R$ 175,4 milhões em 2020, crescimento de 3,2% em comparação com 2019.

⇒ Confira a agenda completa da divulgação dos resultados do 4T20 e referente ao ano de 2020. Confira a cobertura completa de todos os balanços referente ao ano de 2020 das empresas negociadas na B3.

No acumulado do ano, a receita líquida cresceu 22,2%, para R$ 1,8 bilhão, apesar do cenário adverso em virtude da pandemia.

No ano, o Ebitda ajustado, cresceu 28,5%, para R$512,9 milhões, principalmente em função da aquisição de Positivo e Braz Cubas. Excluindo as adquiridas, a receita teria caído 1,4% impactada pela queda de 5,2% no presencial, apesar da forte expansão do negócio de EaD (+13,7%).

4T20

A Cruzeiro do Sul teve lucro líquido ajustado de R$ 91,3 milhões no quarto trimestre de 2020, alta de 72,7% em comparação igual período de 2019.

O Ebtida – lucro antes de juros impostos, depreciação e amortização – ajustado foi de R$ 170,9 milhões no último trimestre de 2020, ante Ebitda de R$ 96,8 milhões do mesmo período de 2019.

A receita líquida totalizou R$ 469,5 milhões de outubro a dezembro do ano passado, crescimento de 6% sobre os R$ 350,3 milhões no mesmo intervalo do ano anterior.

Deixe um comentário