JSL: Cade aprova sem restrições a aquisição da TPC

LinkedIn

A JSL divulgou que o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou sem restrições a aquisição da Pronto Express Logística (TPC), anunciada no começo do ano, com a empresa entrando no setor de saúde e medicamentos.

O fato relevante foi feito pela companhia (BOV:JSLG3) nesta sexta-feira (26). Confira o comunicado na íntegra.

A Aquisição proporciona mais diversificação na nossa receita com a entrada no setor de saúde e medicamentos e contribui com o nosso mix de serviços uma vez que adiciona escala nos serviços de armazenagem e distribuição.

Juntas, a JSL e TPC serão responsáveis pela gestão de cerca de 1.000.000m2 de armazéns dedicados e multiclientes localizados em 24 estados do Brasil e por 56 mil entregas por dia na distribuição urbana. Em linha com o nosso planejamento estratégico, a combinação proporciona ainda mais resiliência à receita e melhoria nos resultados dado o perfil de longo prazo dos contratos, pelas oportunidades de sinergias operacionais e pelo cross selling oriunda da complementariedade de serviços e da carteira de clientes.

Na ocasião do anúncio, em janeiro, a companhia disse que o contrato prevê a aquisição da TPC por R$ 288,6 milhões de “enterprise value (EV) – valor que será ajustado com base na dívida líquida, capital de giro e outros ajustes na data de fechamento da transação.

Com a aquisição, assim como outras operações nos últimos seis meses, a JSL disse que adicionará, em números anualizados de 2020 e não auditados, cerca de 1,1 bilhão de reais de receita líquida incremental.

Lucro líquido de R$ 41 milhões em 2020, alta de 45,1%

A JSL Logística registrou lucro de R$ 41 milhões em 2020, um aumento de 45,1% em relação a 2019.

⇒ Confira a agenda completa da divulgação dos resultados do 4T20 e referente ao ano de 2020. Confira a cobertura completa de todos os balanços referente ao ano de 2020 das empresas negociadas na B3.

Em todo ano passado, a companhia faturou R$ 2,82 bilhões, o que representou queda de 8,9% no comparativo com 2019.

O Ebtida – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – caiu 16%, para R$ 431,5 milhões.

No ano passado, a companhia concluiu a sua reestruturação societária que criou a JSL como empresa deixando de ser holding. Além disso, ao final do ano, ela abriu o capital e conseguiu R$ 694 milhões.

4T20

A JSL apresentou lucro líquido de R$ 30,5 milhões no quarto trimestre de 2020. Isso representou uma alta de 106,1% no comparativo com o mesmo período de 2019.

A receita líquida da JSL chegou a R$ 818,2 milhões no último trimestre do ano, uma alta de 4,5% em relação ao quarto trimestre de 2019.

O Ebtida – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – ficou estável no quarto trimestre no comparativo com o mesmo período de 2019. O Ebitda no último trimestre de 2020 foi de R$ 121,1 milhões, ante R$ 121,5 milhões de 2019.

Deixe um comentário