JSL Logística (JSLG3): lucro líquido de R$ 41 milhões em 2020, alta de 45,1%

LinkedIn

A JSL Logística registrou lucro de R$ 41 milhões em 2020, um aumento de 45,1% em relação a 2019.

Os resultados da JSL (BOV:JSLG3) referentes suas operações do quarto trimestre de 2020 foram divulgados no dia 08/03/2021. Confira o Press Release completo!

⇒ Confira a agenda completa da divulgação dos resultados do 4T20 e referente ao ano de 2020. Confira a cobertura completa de todos os balanços referente ao ano de 2020 das empresas negociadas na B3.

Em todo ano passado, a companhia faturou R$ 2,82 bilhões, o que representou queda de 8,9% no comparativo com 2019.

O Ebtida – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – caiu 16%, para R$ 431,5 milhões.

No ano passado, a companhia concluiu a sua reestruturação societária que criou a JSL como empresa deixando de ser holding. Além disso, ao final do ano, ela abriu o capital e conseguiu R$ 694 milhões.

“Saímos de 2020 muito mais fortes, ágeis e resilientes. A transformação promovida pela reorganização societária nos possibilitou ter ainda mais foco no nosso negócio e nas oportunidades. Em setembro de 2020, ingressamos no Novo Mercado da B3 e realizamos uma oferta de ações, negociadas sob o ticker JSLG3, 100% primária, no montante total de R$694 milhões que fortaleceu a estrutura de capital da companhia”, afirmou a empresa.

“Em 2020, com a abertura de capital, conseguimos pagar as dívidas mais caras e diminuímos o endividamento líquido. Temos uma meta de ter uma alavancagem de 3 vezes, mesmo com o objetivo de crescimento orgânico e inorgânico da companhia”, disse Simões. No ano passado, a dívida líquida da JSL fechou em R$ 1,6 bilhão, 47,4% inferior a 2019.

Para este ano, o executivo disse que a JSL deve manter a sua política de aquisições estratégicas. No início de 2021, a companhia já comprou mais duas empresas – a TCP, especializada em logística do setor de saúde, e a Transportadora Rodomeu, que movimenta máquinas agrícolas e de construção civil e gases. “Eram setores em que já estávamos, mas a nossa participação era pequena. São compras estratégicas.”

4T20

A JSL apresentou lucro líquido de R$ 30,5 milhões no quarto trimestre de 2020. Isso representou uma alta de 106,1% no comparativo com o mesmo período de 2019.

A receita líquida da JSL chegou a R$ 818,2 milhões no último trimestre do ano, uma alta de 4,5% em relação ao quarto trimestre de 2019.

O Ebtida – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – ficou estável no quarto trimestre no comparativo com o mesmo período de 2019. O Ebitda no último trimestre de 2020 foi de R$ 121,1 milhões, ante R$ 121,5 milhões de 2019.

O diretor presidente da JSL e da família controladora, Fernando Simões, disse que o bom desempenho da companhia no último trimestre se deve, principalmente, à diversificação da carteira de clientes. A empresa presta serviços para setores como papel e celulose, mineração, agronegócio e automobilístico.

“Temos uma receita bem diversificada em alguns setores; commodities, por exemplo, está muito forte. São segmentos que estão andando bem e não pararam. Temos contratos longos, de cinco anos”, disse Simões, ao site Valor econômico.

O Capex bruto totalizou R$57,7 milhões no trimestre, 46,7% menor que o mesmo período de 2019. De acordo com a empresa, ele foi direcionado principalmente para expansão, sobretudo para atender novos contratos nos setores de Papel e Celulose, Químico e Siderurgia e Mineração.

Pensando em investir na JSL Logística?

A JSL é líder em logística rodoviária no Brasil com diversificação de serviços e de clientes o que lhe garante resiliência ao longo dos ciclos econômicos. A companhia possui o maior e mais integrado portfólio de serviços do setor, incluindo serviços de Transporte Rodoviário de Cargas, Logística Dedicada de Cargas Rodoviárias, Logística de Commodities, Serviços de Armazenagem, Distribuição Urbana, Logística Interna e Fretamento.

Governança Corporativa

Em setembro de 2020, a empresa ingressou no Novo Mercado da B3 e realizou uma oferta de ações, negociadas sob o ticker JSLG3, 100% primária, no montante total de R$694 milhões que fortaleceu a estrutura de capital da companhia

Composição Acionária

ACIONISTAS AÇÕES ORDINÁRIAS EM (%)
Controlador 214.385.424 76,57%
Simpar SA 206.032.081 73,59%
JSP Holding SA 7.450.000 2,66%
Fernando Antonio Simoes 903.343 0,32%
Outros Membros da Família Simões 231.000 0,08%
Conselho de Administração 272.380 0,10%
Tesouraria 1.703.235 0,61%
Ações no Mercado 63.399.039 22,64%
Total 279.991.078 100,00%

Desempenho da empresa na B3

No último ano, as ações da JSL oscilaram entre a mínima de R$ 8,60 e a máxima de R$ 34,37. No último pregão antes da divulgação do resultado do 4T20, a empresa fechou em alta de 0,11%, negociada a R$ 9,31.

Confira o histórico da JSL (JSLG3)

Período Abertura Máxima Mínima Preço Médio Vol Médio Variação Variação %
1 Semana 10,02 10,02 8,61 9,53 500.940 -0,83 -8,28%
1 Mês 9,80 10,10 8,61 9,45 576.744 -0,61 -6,22%
3 Meses 11,01 11,27 8,61 9,72 491.760 -1,82 -16,53%
6 Meses 32,64 33,20 8,60 12,90 445.160 -23,45 -71,84%
1 Ano 22,00 34,37 8,60 20,48 990.210 -12,81 -58,23%
3 Anos 7,27 36,81 3,90 18,60 593.308 1,92 26,41%
5 Anos 7,80 36,81 3,90 17,15 404.191 1,39 17,82%
* Com informações da ADVFN, RI das empresas, Valor, Infomoney, Estadão, Reuters

Deixe um comentário