Lojas Renner e Marisa suspendem recebimento de produtos em centro de distribuição por conta de restrições para conter pandemia

LinkedIn

Grandes varejistas de roupas como Lojas Marisa e Lojas Renner (BOV:LREN3) estão comunicando a seus fornecedores a suspensão do recebimento de produtos em seus centros de distribuição, por conta das restrições que estão sendo impostas para tentar conter a pandemia do coronavírus.

Os fornecedores da Marisa (BOV:AMAR3) foram informados que o estoque só está aumentando, mas as vendas não estão acontecendo. Eles também estão sendo avisados que as vendas de março, abril, maio e junho serão afetadas e já esperam um Dia das Mães fraco em vendas.

A Marisa fechou 245 lojas físicas em todo país. As duas empresas confirmaram as suspensões e dizem que as medidas foram necessárias para readequar cronogramas de entrega. A Marisa informou que a suspensão não foi total e Renner disse que nenhum contrato comercial foi afetado e que a suspensão dura até o dia 24 de março. 

No Brás, região conhecida na cidade de São Paulo pela grande quantidade de oficinas de costura, as máquinas pararam. Edilson Parra, sócio da CredPopular, especializada em microcrédito na região,  conta que os clientes estão pedindo para prorrogar o prazo dos pagamentos de financiamentos. “As conversas sinalizam que não teremos ‘coleção inverno’ esse ano”, diz Parra.

(Informações Veja)

Deixe um comentário