Méliuz (CASH3): lucro líquido de R$ 19,7 milhões em 2020, avanço de 31,2%

LinkedIn

A empresa de cashback Méliuz informou que teve lucro líquido de R$ 19,729 milhões em 2020, avanço de 31,2% sobre o resultado de 2019.

Os resultados da Méliuz (BOV:CASH3) referentes suas operações do quarto trimestre de 2020 foram divulgados no dia 31/03/2021. Confira o Press Release completo!

⇒ Confira a agenda completa da divulgação dos resultados do 4T20 e referente ao ano de 2020. Confira a cobertura completa de todos os balanços referente ao ano de 2020 das empresas negociadas na B3.

O Ebtida – lucro antes de impostos, depreciação e amortização – atingiu R$ 30,3 milhões, com expansão de 186%.

A receita líquida foi de R$ 125,4 milhões em 2020, com crescimento de 53,9%.

“Os resultados apresentados até aqui são fruto de muito trabalho e da resiliência de um time fora da curva, que foi capaz de resistir em momentos de grandes dificuldades, de se adaptar à nova realidade que vivemos e que mostrou ter espírito empreendedor ao encarar tantos desafios enfrentados ao longo dos últimos quase dez anos. Queremos construir algo muito maior, sem fronteiras, e que nos impulsione a continuar crescendo pelos próximos 10, 15, 20 anos”, diz a mensagem da administração.

A Méliuz terminou 2020 com 14 milhões de contas abertas e 5,3 milhões de usuários ativos. No quarto trimestre, abriu 2,4 milhões de contas, uma média de 25 mil por dia.

A companhia lembra que em fevereiro adquiriu, em um negócio de R$ 120 milhões, o site polonês de cupons Picodi, que atua em 44 países e tem mais de 12 mil lojas na sua plataforma.

As despesas operacionais somaram R$ 85,6 milhões, o que mostra aumento de 41,9%.

Pensando em investir na Méliuz?

A Méliuz é uma empresa mineira de programas de cashback criada em 2011. O negócio da companhia consiste em devolver ao consumidor uma parte do valor gasto na compra de um determinado produto online.

Ao contrário de um programa de fidelidade, em que o dinheiro gasto seria convertido em pontos para descontos, o dinheiro que a Méliuz devolve vai direto para a conta do cliente, que pode gastá-lo ou investi-lo como bem entender.

Para a empresa, o negócio se sustenta por meio das receitas com os anúncios das lojas parceiras que oferecem cashback por meio da sua plataforma. Entre as companhias que são parceiras da Méliuz estão Amazon, Lojas Americanas, Magazine Luiza, Extra, Dell, Casas Bahia, Vivara, L’Occitane, entre outras.

IPO

Realizado em 05 de novembro de 2020, a Oferta Pública Inicial (IPO) da Méliuz movimentou R$ 367 milhões. As ações foram precificadas a R$ 10,00 cada.

Além da oferta base, a companhia alocou os lotes adicional e suplementar, parcialmente, e, com isso, levantou R$ 661,7 milhões.

Entre as projeções da oferta, a Méliuz estuda oferecer cashback através do escaneamento de notas fiscais e possibilitar funcionalidades que permitam a intermediação de entrega de produtos e compartilhamento de transporte.

 

Composição Acionária

Acionista %
Participação Administradores 41,02%
Free-float 58,98%
Total de ações 126.433.000

Desempenho da empresa na B3

Desde o IPO, as ações da Méliuz oscilaram entre a mínima de R$ 8,97 e a máxima de R$ 36,67. No último pregão antes da divulgação do resultado do 4T20, a empresa fechou em alta de 2,95%, negociada a R$ 23,39.

Confira o histórico da Méliuz (CASH3)

Período Abertura Máxima Mínima Preço Méd. Vol Méd. Var Variação %
1 Semana 23,88 24,29 21,67 22,82 952.360 -0,49 -2,05%
1 Mês 28,34 29,58 21,67 24,93 1.760.290 -4,95 -17,47%
3 Meses 17,48 36,67 15,45 27,49 3.351.359 5,91 33,81%
6 Meses 9,66 36,67 8,97 25,04 2.389.310 13,73 142,13%
1 Ano 9,66 36,67 8,97 25,04 2.389.310 13,73 142,13%
3 Anos 9,66 36,67 8,97 25,04 2.389.310 13,73 142,13%
5 Anos 9,66 36,67 8,97 25,04 2.389.310 13,73 142,13%
* Com informações da ADVFN, RI das empresas, Valor, Infomoney, Estadão, Reuters

Deixe um comentário