Os dois parques temáticos da Disney na Califórnia serão reabertos em 30 de abril

LinkedIn

Os dois parques temáticos da Disney (NYSE:DIS) na Califórnia serão reabertos em 30 de abril, disse o CEO Bob Chapek na quarta-feira (17).

A Disney também é negociada na B3 através da BDR (BOV:DISB34) a R$ 73,50.

O Grand Californian Hotel and Spa da Disney vai reabrir em 29 de abril com capacidade limitada antes dos parques. O Vacation Club Villa no Grand Californian irá reabrir em 2 de maio e o Disney’s Paradise Pier Hotel e o Disneyland Hotel irão reabrir em uma data posterior.

Todos os parques temáticos da Califórnia foram fechados devido a restrições relacionadas à Covid-19 no ano passado. Enquanto as diretrizes em outros estados, como a Flórida, permitem que os parques reabram com capacidade limitada, as regras da Califórnia mantiveram os parques temáticos grandes e pequenos fechados.

No entanto, as  novas diretrizes estaduais  permitem que os parques de diversões reabram a partir de 1º de abril, com capacidade de 15% a 35%, dependendo da prevalência do vírus na comunidade. Máscaras e outras precauções de saúde serão necessárias. Chapek disse que os dois parques vão operar com cerca de 15% da capacidade inicial.

A Califórnia está relatando pouco menos de 2.900 novos casos de Covid-19 por dia, com base em uma média semanal, um declínio de cerca de 32% em comparação com a semana anterior, com dados compilados pela Universidade Johns Hopkins. A taxa de novos casos de Covid está diminuindo à medida que mais pessoas estão sendo vacinadas. Com o aumento da oferta e acesso, em média cerca de 2,4 milhões de pessoas estão sendo vacinadas diariamente nos EUA.

O condado de Orange, onde estão localizadas a Disneyl e a California Adventure, está vendo quatro novos casos por dia para cada 100.000 residentes. Em seu pico, o condado viu 118 novos casos por dia para cada 100.000 pessoas em meados de janeiro.

A paralisação do ano passado levou a Disney a demitir dezenas de milhares de trabalhadores e cortar uma importante fonte de receita para a empresa de mídia. O segmento de parques, experiências e produtos de consumo foi responsável por 37% da receita total de US$ 69,6 bilhões da empresa em 2019, ou cerca de US$ 26,2 bilhões.

Um ano depois, a receita encolheu para US$ 16,5 bilhões, ou cerca de 25% da receita total da empresa de US$ 65,4 bilhões.

Durante a teleconferência sobre os lucros do primeiro trimestre fiscal da empresa, a diretora financeira Christine McCarthy disse que, para os parques que foram abertos durante a pandemia, a empresa foi capaz de fazer “uma contribuição positiva incremental líquida” dos hóspedes que visitaram, apesar dos níveis de capacidade reduzidos. Isso significa que a receita superou os custos variáveis ​​associados à inauguração, explicou.

Conforme os parques expandem sua capacidade e reabrem, haverá algum nível de distanciamento social e uso de máscaras pelo resto do ano.

Deixe um comentário