Token sobe mais de 37.000%, entra no Top 10 e deixa valorização do Bitcoin ‘comendo poeira'

LinkedIn

O Bitcoin tem apresentado uma valorização de mais de 500% quando comparado a seu valor em reais. Assim o criptoativo que no ano passado tinha seu valor perto de R$ 29 mil, hoje está cotado em mais de R$ 300 mil.

Porém uma criptomoeda acaba de se tornar o nono maior ativo digital do mercado após seu aumento meteórico e inesperado nos últimos 12 meses que deixou a alta do Bitcoin ‘comendo poeira’.

A Theta Network (COIN:THETAUSD) estourou no top 10 depois de subir mais de 37.000% em um ano, de uma baixa de US$ 0,04 em março de 2020 para sua maior alta de mais de US$ 14,87.

Os ganhos do ativo digital aumentaram sua capitalização de mercado para US$ 14,3 bilhões, ultrapassando a avaliação de US$ 12,9 bilhões da Litecoin.

Theta

Theta Network, lançada em 2016 pelos cientistas da computação Mitch Liu e Jieyi Long, tem como objetivo fornecer serviços de streaming de vídeo de alta qualidade sem buffer por meio de uma rede compartilhada alimentada por blockchain.

A rede da THETA permite que aplicativos descentralizados verticais (DApps) sejam construídos em cima da plataforma para permitir o streaming de e-sports, TV / filmes, música, conferência e muito mais.

O jornalista chinês Wu Blockchain diz que a popularidade do ativo digital na Coreia do Sul pode estar por trás da ascensão astronômica do THETA.

“Segundo dados da CMC, o volume de negociação do Theta / KRW (won coreano) no Bithumb, ocupa o quarto lugar … A nova versão do Theta será lançada em um futuro próximo [para] acompanhar o boom do NFT.”, disse.

No entanto, seja o preço do criptoativo bombeado pelos traders sul coreanos ou não o fato e que, segundo o analista do Cointelegraph, Rakesh Upadhyay, a tendência de valorização da criptomoeda deve continuar;

“THETA está em uma forte tendência de alta, mas o longo pavio no candle de 23 de março mostrou reservas de lucro em níveis mais elevados. No entanto, isso não impediu os touros de empurrar o altcoin para um novo recorde de todos os tempos”, disse.

CapturadeTela2021-03-25às11.59.40Gráfico 3 meses diário THETA / USDT. Fonte: Advfn

Segundo ele, o fracasso em sustentar os níveis mais altos formou um padrão que aumenta a possibilidade de uma correção ou consolidação nos próximos dias.

“O primeiro suporte no lado negativo é o nível de retração de Fibonacci de 38,2% em $ 10,31. Se o par se recuperar deste suporte, isso irá sugerir que a tendência permanece forte, já que os touros não estão esperando por uma correção mais profunda para comprar. Por outro lado, uma quebra abaixo de $ 10,31 poderia afundar o par na MME de 20 dias ($ 8)”, destacou.

Motivos para sustentar uma alta

Já segundo o analista Lenadro França de Mello desenvolvimentos em torno do projeto podem sustentar a recente alta e impulsionar ainda mais a criptomoeda.

Mello pontua que o Token TFuel da rede Theta, é criptoativo operacional usado para financiar transações em toda a rede Theta (semelhante ao GAS na rede Ethereum).

Assim, com o lançamento do Theta 3.0, um mínimo de 25% de cada pagamento TFuel para a rede será queimado no nível do protocolo, tornando-se efetivamente um custo de uso da rede.

“No longo prazo, conforme a rede da Theta se torna mais amplamente adotada, isso poderia reduzir significativamente o fornecimento de TFuel. Tornando o TFuel um criptoativo mais valorizado que o próprio token nativo, o THETA”, disse.

Além disso ele destaca que não basta somente comprar o token THETA, é preciso também comprar o TFuel, ambos os ativos operam com conjunto.

Outra atualização destacada por Mello é a Elite Edge Nodes que permitirá “Uptime Mining”, a tokenização da largura de banda da Internet e disponibilidade. Os usuários poderão aportar TFuel em um nó para atualizá-lo para se tornar um nó Edge da rede Elite.

Segundo o whitepaper do projeto, a implementação do Elite Edge Nodes oferecerá suporte que pode ter mais de 1 bilhão de usuários registrados por mês.

Por Cassio Gusson

Deixe um comentário