Em posse, Luna afirma que respeito à paridade de preços da Petrobras será um dos pilares de sua gestão

LinkedIn

O novo diretor-presidente da Petrobras (BOV:PETR3) (BOV:PETR4), Joaquim Silva e Luna, afirmou que o respeito à paridade internacional de preços de combustível será um dos pilares da sua gestão, aliviando receios do mercado e ajudando os papéis da estatal a dispararem no pregão desta segunda-feira.

Em seu primeiro discurso no cargo, além de defender a manutenção da política de preços atual, Luna destacou que a “busca incessante por custos mais eficientes” também será uma das bases da sua administração e disse que a estrutura atual da Petrobras “impede o risco de aventuras”.

Indicado pelo presidente Jair Bolsonaro em fevereiro para o lugar de Roberto Castello Branco, Luna ressaltou o trabalho em equipe e a “busca incessante por resultados”, com respeito aos acionistas e ao meio-ambiente. Ele também defendeu uma comunicação “eficiente e antecipada”, fator que foi o pivô da demissão de Castello Branco – Bolsonaro alegava a falta de transparência nos anúncios de reajuste de preços da companhia durante sua gestão.

O Ministério das Minas e Energia, inclusive, confirmou à TC Mover que estuda a constituição de uma reserva financeira para suavizar os choques de preços de combustíveis, com “as premissas de não interferência nos preços e livre negociação” entre os agentes econômicos. Segundo a pasta, os estudos – e outros levantamentos complementares na direção do também chamado de “fundo de estabilização de preços” – estão sendo coordenados pela Casa Civil, comandada pelo ministro Luiz Eduardo Ramos.

Informações Tradersclub

A Petrobras pretende divulgar os resultados do 1T21 no dia 13 de maio

Lucro líquido de R$ 7,1 bilhões em 2020, queda de 82,3%

Petrobras registrou lucro de R$ 7,1 bilhões em 2020, queda de 82,3% em relação ao montante de 2019. A redução foi atribuída a alguns fatores como a queda de 35% do preço do petróleo, maiores perdas de valor de ativos, menores ganhos com desinvestimentos e desvalorização de 31% do dólar frente ao real.

O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, afirmou em sua provável última Carta do Presidente na divulgação do resultado do exercício de 2020, que entregou a recuperação em “J” que havia prometido, e que a empresa teve um desempenho excepcional em 2020, apesar do ambiente desafiador da pandemia de covid-19.

Deixe um comentário