Exame/Ideia: avaliação negativa do governo atinge 51,5%

LinkedIn

A avaliação negativa (ruim/péssimo) do governo Jair Bolsonaro oscilou 2,5 pontos percentuais para cima em relação ao dia 26 de março e agora atinge 51,5%, apontou a nova pesquisa Exame/Ideia Big Data divulgada hoje (9).

A avaliação positiva (ótimo/bom), por outro lado, caiu três pontos e agora registra 24%. O índice regular é de 22%. A margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

Segundo a pesquisa, o aumento da desaprovação ao governo está ligado ao aumento do número de mortes provocadas pela Covid-19, ao ritmo da vacinação no país e o efeito ainda limitado da nova rodada do auxílio emergencial.

Um dado negativo para Bolsonaro e que deve ser visto com atenção pelo governo é o fato de 39% dos entrevistados considerarem o governo como “péssimo”. Apenas 9% avaliam sua gestão como “ótima”, informa a Arko Advice.

Bolsonaro pede “meio-termo” entre lockdown e abertura para preservar empregos

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pediu a governadores e prefeitos que decretam medidas restritivas para conter o contágio pela covid-19 que considerem um “meio-termo” entre o fechamento de todo o comércio não essencial e a liberação de todas as atividades.

“Gostaria que aqueles que acham que podem fechar sem se preocupar com o desemprego visitem as comunidades, entrem na casa delas, vejam o que tem dentro da geladeira, como sobrevivem, para ver se a gente vai para o meio-termo pelo menos no tocante a evitar que empregos sejam destruídos cada vez mais em nosso Brasil”, disse o chefe do Planalto em transmissão ao vivo nas redes sociais nesta quinta-feira, 8.

(Fonte BDM)

Comentários

  1. ALEX SOARES MENDES diz:

    Luta grande contra o sistema não é fácil.

Deixe um comentário