Oi prorroga prazo para subscrição e integralização de Debêntures

LinkedIn

A Oi, em recuperação judicial, prorrogou para 29 de abril o prazo limite para a subscrição e integralização das debêntures convertidas em ações. O prazo anterior venceria hoje, dia 15.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:OIBR3) (BOV:OIBR4), nesta quinta-feira (15)

Em fevereiro, a companhia informou que a sua controlada indireta Brasil Telecom Comunicação Multimídia (BTCM) celebrou escritura de emissão de debêntures conversíveis em ações, da espécie com garantia real, para colocação privada, da 1ª emissão da BTCM, no valor total de até R$ 2,5 bilhões.

A empresa pretende divulgar os resultados do 1T21 no dia 13 de maio.

Prejuízo líquido de R$ 10,5 bilhões, crescimento de 17%

A empresa de telecomunicações Oi, que está em processo de recuperação judicial, registrou prejuízo líquido de R$ 10,5 bilhões, em alta de 17,0% sobre o prejuízo líquido de R$ 9,0 bilhões em 2019.

No acumulado do ano, a receita da companhia foi de R$ 18,7 bilhões, queda de 6,8% em relação ao ano anterior.

No ano de 2020, o Ebitda de rotina, que retira itens não recorrentes, foi de R$ 5,84 bilhões, um recuo de 2,8% sobre 2019.

Deixe um comentário