Petrobras opta por aplicativo da Coppe para ajudar na prevenção contra Covid-19

LinkedIn

A Petrobras selecionou a startup Lemobs, da Incubadora de Empresas da Coppe/UFRJ, para implantar na companhia uma solução tecnológica de acompanhamento remoto de saúde física e mental dos funcionários, facilitando na avaliação de sintomas para o diagnóstico de covid-19. O App Minha Saúde, lançado em abril de 2020, com o objetivo de apoiar os municípios contra a pandemia, será adaptado para a estatal.

A Petrobras (BOV:PETR3) (BOV:PETR4) vem enfrentando alto índice de contaminação nas suas operações. Dos 46.416 empregados da companhia, cerca de 6 mil já foram contaminados, segundo o Boletim de Monitoramento Semanal Covid-19 do Ministério de Minas e Energia (MME). Até o momento, foram registrados 19 óbitos. Segundo a Petrobras, 14 dessas mortes foram de empregados em trabalho remoto, quatro em trabalho presencial e um funcionário que estava de férias.

O aplicativo que será testado na Petrobras inclui ainda novas funcionalidades e protocolos específicos voltados para a promoção da saúde e prevenção de riscos de doenças físicas e mentais, estimulando hábitos saudáveis e ajudando na prevenção de absenteísmo e afastamento por agravos à saúde, informou a Coppe em nota.

A Lemobs foi uma das sete empresas selecionadas pela estatal, em âmbito nacional, para testar em ambiente de trabalho da Petrobras tecnologias inovadoras, já validadas ou em fase de validação no mercado. O objetivo é atender demandas nas áreas de Saúde e Segurança Operacional e Otimização e Automação de Processos.

“As soluções serão testadas em condições representativas do ambiente real, para que se faça uma avaliação de desempenho e do potencial de contribuição para os negócios da Petrobras. Cada empresa receberá R$ 60 mil, e a previsão é de que os testes terão início ainda no primeiro semestre de 2021”, informou a Coppe em nota.

Segundo o pesquisador Sérgio Rodrigues, presidente da Lemobs, o aplicativo desenvolvido pela startup da Coppe possibilita realizar auto avaliação com base em protocolos de especialidades, já validados, para sintomas do covid-19.

“Embora não substitua o diagnóstico clínico, que deve ser feito exclusivamente por médicos, pode indicar a necessidade de monitoramento diário de sintomas como temperatura, pressão, entre outros, gerando escores de risco e análises por parte dos profissionais ligados à área de Saúde”, explicou Rodrigues.

Em um primeiro momento, a ferramenta será utilizada para monitorar mil funcionários da Petrobras. Uma vez aprovado nos testes, a expectativa é que possa atender a todos os 50 mil funcionários e ainda ser estendido a outros beneficiários, como familiares.

A consultora médica do projeto, professora Lena Peres, do curso de Medicina e Mestrado Profissional da Universidade São Caetano do Sul, explica que cada funcionário receberá, pelo aplicativo, o resultado de sua avaliação e também sugestões de informações sobre os temas que precisa estar atento para evitar doenças, risco de complicações de situações crônicas e orientações de como se manter saudável.

Pelo aplicativo, a equipe de Medicina do Trabalho da Petrobras poderá gerenciar riscos de acidentes individuais ou coletivos, avaliar risco à saúde mental e estruturar uma proposta de apoio e cuidados, destacou a Coppe.

Lucro líquido de R$ 7,1 bilhões em 2020, queda de 82,3%.

A Petrobras registrou lucro de R$ 7,1 bilhões em 2020, queda de 82,3% em relação ao montante de 2019. A redução foi atribuída a alguns fatores como a queda de 35% do preço do petróleo, maiores perdas de valor de ativos, menores ganhos com desinvestimentos e desvalorização de 31% do dólar frente ao real.

⇒ Confira a agenda completa da divulgação dos resultados do 4T20 e referente ao ano de 2020. Confira a cobertura completa de todos os balanços referente ao ano de 2020 das empresas negociadas na B3.

O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, afirmou em sua provável última Carta do Presidente na divulgação do resultado do exercício de 2020, que entregou a recuperação em “J” que havia prometido, e que a empresa teve um desempenho excepcional em 2020, apesar do ambiente desafiador da pandemia de covid-19.

4T20

A Petrobras fechou o quarto trimestre de 2020 com lucro de R$ 59,89 bilhões, resultado 634,6% superior ao de igual período de 2019, quando a empresa teve lucro de R$ 8,15 bilhões.

Na divulgação dos resultados, a empresa afirmou que contribuiu para o lucro a reversão de “impairment” em R$ 31 bilhões, ganhos cambiais de R$ 20 bilhões e reversão de gastos passados do plano de saúde AMS, em R$ 13,1 bilhões, decorrente da revisão de obrigações futuras da empresa.

O lucro Ebitda ajustado somou R$ 47 bilhões entre outubro e dezembro, alta de 28,8% ante o mesmo período de 2019. A receita líquida do quarto trimestre somou R$ 75 bilhões, queda de 8,3% em relação ao mesmo período do ano anterior.

(Informações Estadão Conteúdo)

Deixe um comentário