União Europeia processa AstraZeneca por falta de vacinas

LinkedIn

A União Europeia confirmou na segunda-feira que está entrando com uma ação legal contra a AstraZeneca por causa da falta de entrega de sua vacina contra o coronavírus .

“Nossa prioridade é garantir que as entregas da vacina Covid-19 ocorram para proteger a saúde da União Europeia”, disse a comissária de saúde da UE, Stella Kyriakides, na segunda-feira via Twitter.

″É por isso que a Comissão Europeia decidiu, em conjunto com todos os Estados-Membros, instaurar processos judiciais contra a AstraZeneca.”

“Cada dose de vacina conta. Cada dose de vacina salva vidas”, acrescentou ela.

A UE e a gigante farmacêutica estiveram em conflito em várias ocasiões diferentes este ano. A empresa anglo-sueca AstraZeneca disse que não poderia entregar tantas vacinas quanto o bloco esperava, tanto durante o primeiro como no segundo trimestre. Isso atrasou o lançamento das vacinas Covid-19 nas 27 nações da UE.

Em março, a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, expressou desapontamento com a AstraZeneca durante uma coletiva de imprensa, dizendo que “A AstraZeneca infelizmente produziu e entregou de forma insuficiente. E isso dolorosamente, é claro, reduziu a velocidade da campanha de vacinação.”

Na época, von der Leyen disse que o bloco esperava 70 milhões de doses da empresa no segundo trimestre, abaixo dos 180 milhões inicialmente previstos. O bloco também esperava 120 milhões de doses nos primeiros três meses do ano, mas recebeu apenas cerca de 30 milhões de doses.

O CEO da AstraZeneca, Pascal Soriot, disse aos legisladores da UE em fevereiro que os baixos rendimentos nas fábricas da UE estavam causando os atrasos.

(tradução da CNBC)

Deixe um comentário