Petróleo fecha em alta com dólar em queda e perspectiva de melhora na demanda

LinkedIn

Os contratos futuros de petróleo se fortaleceram no encerramento dessa semana volátil para os ativos, em que o principal baque veio da subida da inflação no meio da semana, seguida de inflação ao produtor na sequência, renovando preocupações de subida de juro pelo Fed mais cedo que o esperado.

O petróleo do tipo Brent para julho fechou em alta de 2,47%, a US$ 68,71 na Ice; o WTI para junho fechou em +2,42%, a US$ 65,37 na Nymex.

A preocupação é com a pressão do dólar, o que encarece a commodity, contudo, as vendas do varejo, de produção industrial e o sentimento do consumidor acalmaram os ânimos nesta sexta-feira.

Para colaborar, a vacinação acelerada nos EUA fez o CDC flexibilizar o uso de máscaras, aumentando as expectativas de melhora na demanda.

Em relação aos estoques, o Colonial Pipeline anunciou ontem a retomada total do sistema. Hoje, o Baker Hughes anunciou que os poços e plataformas de petróleo em atividade subiram 8 na semana passada, a 352.

(Com informações da CNBC e BDM)

Deixe um comentário