Banco BTG Pactual agora dá cashback para clientes investirem em fundo de Bitcoin

LinkedIn

O Banco BTG Pactual, um dos principais bancos de investimento da América Latina, anunciou que ampliou seu programa de cashback para permitir que seus clientes usem o sistema para investir no fundo do banco com exposição em Bitcoin e criptomoedas.

O sistema de cashback do BTG é oferecido pelo BTG+, que atende aos clientes do varejo, no sistema quem atende os requisitos recebe um cartão de crédito nele para cada compra feito é oferecido de volta ao cliente uma porcentagem da compra em cashback.

Este dinheiro poderia ser usado pelo cliente do BTG para, entre outros, investir em fundos de renda fixa, contudo, agora, os clientes também podem usar o valor para investir em fundos com exposição em criptomoedas como o BTG Pactual Bitcoin 20 FIM.

O programa está disponível para todas as versões dos cartões do BTG+ (Black, Platinum e Gold), e o cliente pode alterar o fundo de destino uma vez por mês.

BTG lança mais um fundo com criptomoedas

Recentemente o banco anunciou o lançamento de mais um fundo de investimento com exposição em criptoativos o BTG Pactual Bitcoin 100 FIM IE.

O fundo é aprovado pela Comissão de Valores Mobiliários, CVM, e aloca 100% do valor em criptomoedas.

Segundo informou o Banco, as operações do fundo estão programadas para 17 de maio e os investidores não terão que pagar taxa de performance para o banco, assim o fundo terá apenas uma taxa de 1,25% ao ano com investimento mínimo de  R$ 1 mil e D+4 para retirada.

“O objetivo principal do lançamento desse novo produto é democratizar o acesso ao bitcoin no Brasil. Nós acreditamos que ter uma exposição ao criptoativo em uma carteira de investimentos é muito interessante e, de certa forma, pode fazer muito sentido para nossos clientes. Com o lançamento do BTG Pactual Bitcoin 100 FIM IE, podemos dar continuidade à filosofia que foi criada com o lançamento do BTG Pactual Bitcon 20 FIM, oferecendo agora uma exposição total ao ativo”, disse Eduardo Miquelotti, business manager do BTG Pactual Asset Management.

Por Cassio Gusson

Deixe um comentário