Embraer: FAB decide renegociar contrato de produção do KC-390 com a companhia

LinkedIn

A Força Aérea Brasileira (FAB) informou que, diante da crise sanitária e do contexto econômico, decidiu renegociar o contrato de produção da Aeronave KC-390 com a Embraer (BOV:EMBR3).

“Após uma série de análises orçamentárias e estudos operacionais iniciados em 2019, fundamentados nas previsões legais em vigor, foi determinado pelo Alto-Comando da Aeronáutica o início do processo de negociação contratual junto à Embraer”, disse a FAB no comunicado.

“O objetivo será reduzir o número total de aeronaves entregues, com base no atual contrato, e buscar uma cadência de produção de 2 aeronaves por ano, fatores considerados adequados observando-se os aspectos operacionais, logísticos e financeiros.”

A FAB informa que os recursos destinados ao setor de defesa vêm sofrendo restrições que causam limitações diretas nos projetos estratégicos das Forças Armadas.

De acordo com a nota, o número previsto de 28 aeronaves do atual contrato “tem se mostrado superior à realidade orçamentária da Força, tanto para aquisição, quanto ao suporte logístico ao longo do tempo”.

“A Força Aérea Brasileira reforça que considera a Embraer uma parceira estratégica na implementação de soluções e desenvolvimento de produtos tecnológicos, que têm sido fundamentais para o pleno cumprimento de sua missão constitucional”, acrescenta o comunicado.

Embraer reforça compromisso com FAB 

A Embraer confirmou o recebimento de solicitação do Comando da Aeronáutica para iniciar tratativas visando ajustes no contrato de fornecimento do KC-390 Millennium à Força Aérea Brasileira (FAB), com o objetivo de reduzir o número total de aeronaves a serem entregues e adequar as entregas futuras.

“A Embraer informa estar com todas as suas obrigações contratuais em dia, bem como reitera sua capacidade de cumprimento de obrigações futuras, particularmente no processo de fabricação e entrega das aeronaves KC-390 Millennium à FAB”, disse em nota.

A fabricante destacou que, em ocasiões passadas de restrições orçamentárias impostas pela União aos contratos de desenvolvimento e produção do KC-390, a Embraer “sempre procurou adequar seus recursos com vistas à continuidade deste projeto de grande relevância nacional e internacional, prezando pela parceria com a FAB e pelo desenvolvimento da indústria nacional”.

“A Embraer reforça assim seu compromisso com o projeto C-390 Millennium, aeronave multimissão de nova geração”, disse no comunicado, acrescentando que a companhia acredita “no potencial de exportação deste produto, que traz inovações únicas em sua categoria e que já foi adquirido por duas nações europeias”.

A Embraer reiterou seu papel de parceira estratégica da FAB no desenvolvimento e implantação de soluções e produtos tecnológicos de alto valor agregado, estabelecida há mais de 50 anos.

Informações Broadcast

Deixe um comentário