Petrorecôncavo precifica IPO a R$ 14,75, abaixo da faixa indicativa

LinkedIn

A petrolífera brasileira Petrorecôncavo precificou sua oferta pública inicial a R$ 14,75 por ação, de acordo com documentos publicados no site da CVM, órgão regulador do setor de valores mobiliários.

O preço ficou abaixo da faixa original, entre R$ 15,50 e R$ 19,50 reais.

A empresa está levantando R$ 1,2 bilhão (US$ 221 milhões) e usará parte dos recursos para pagar os ativos adquiridos da estatal Petróleo Brasileiro SA. A Petroreconcavo também espera usar parte dos recursos para futuras aquisições.

A Petroreconcavo estreia na Bolsa de Valores brasileira nesta quarta-feira (05) com o ticker (BOV:RECV3).

Sobre a empresa

A companhia é uma operadora independente de petróleo e gás, especializada na operação, desenvolvimento e revitalização de campos maduros em bacias terrestres.

A empresa é uma das pioneiras em adquirir campos de petróleo terrestres oriundos do recente programa de desinvestimentos da Petrobras. Em 21 anos de operação na bacia do Recôncavo, as reservas provadas da PetroRecôncavo passaram de 8,9 milhões de barris de óleo equivalente (BOE) em fevereiro de 2000 para 20,8 milhões de BOE em dezembro de 2020.

A receita líquida da companhia atingiu R$ 787,8 milhões no ano passado, 131% a mais que os R$ 339,9 milhões de um ano antes. Já o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) subiu 204% na mesma comparação, para R$ 474,4 milhões. Apesar dos avanços, a empresa fechou 2020 com prejuízo de R$ 81,7 milhões, após o lucro de R$ 63,7 milhões em 2019.

Deixe um comentário