Under Armour (U1AI34) tem lucro líquido de US$ 77,8 milhões no 1º trimestre de 2021

LinkedIn

Na terça-feira (04), a Under Armour (NYSE:UAA) aumentou suas vendas e perspectivas de lucro para o ano inteiro, já que a fabricante de roupas esportivas vê a demanda retomando por sua marca, com compradores voltando às lojas.

Ele relatou um crescimento de vendas de 35% no primeiro trimestre, superando as expectativas dos analistas. A empresa está superando um período do ano anterior, quando suas lojas foram temporariamente fechadas e a Under Armour teve de recorrer a demissões e outras medidas de corte de custos para enfrentar a crise de saúde.

Veja como a empresa se saiu durante o trimestre encerrado em 31 de março, em comparação com o que os analistas estavam antecipando, com base em uma pesquisa Refinitiv:

  • Lucro por ação: US$ 0,16 centavos ajustados contra US$ 0,03 centavos esperados
  • Receita: US$ 1,26 bilhão contra US$ 1,13 bilhão esperado

O lucro líquido da Under Armour cresceu para US$ 77,8 milhões, ou US$ 0,17 centavos por ação, em comparação com um prejuízo de US$ 589,7 milhões, ou US$ 1,30 por ação, um ano antes.

Excluindo despesas únicas, a empresa ganhou 16 centavos por ação, melhor do que os 3 centavos que os analistas previam, com base nas estimativas da Refinitiv.

As vendas aumentaram para US$ 1,26 bilhão, de US$ 930,2 milhões um ano antes, superando as estimativas de US$ 1,13 bilhão.

Na América do Norte, as vendas cresceram 32%, enquanto cresceram 58% na divisão internacional menor da Under Armour, impulsionada por recuperações em mercados que incluem a China.

As vendas online aumentaram 69% em toda a empresa.

O CEO Patrik Frisk disse que a empresa está vendo uma forte demanda pela marca, à medida que os negócios se recuperam na Ásia e na América do Norte. No período do ano passado, as vendas da Under Armour caíram mais de 20%, quando seus negócios foram atingidos pela pandemia do coronavírus e suas lojas foram fechadas à força, congelando seus esforços de recuperação.

A empresa também trabalhou no gerenciamento de seus estoques e na redução de sua dependência de descontos para se livrar de mercadorias desatualizadas. Frisk disse que esses esforços estão valendo a pena e ajudando a aumentar os lucros.

A Under Armour disse que agora espera que a receita do ano inteiro suba, os analistas esperavam um crescimento de 10,1%, segundo pesquisa da Refinitiv.

Ele prevê que o lucro ajustado por ação para 2021 fique na faixa de US$ 0,28 centavos a US$ 0,30 centavos, em comparação com a faixa anterior de US$ 0,12 centavos a US$ 0,14 centavos. Os analistas vinham pedindo lucro por ação de US$ 0,20 centavos.

A Under Armour disse que espera realizar cerca de US$ 35 milhões a US$ 40 milhões em despesas durante o segundo trimestre, relacionadas à reestruturação em andamento.

Na segunda-feira, a Under Armour disse que concordou em pagar à Securities and Exchange Commission US$ 9 milhões para liquidar as acusações que enganou os investidores de 2015 a 2016 ao registrar US$ 408 milhões em vendas que esperava concluir nos próximos trimestres.

O varejista acertou as acusações sem admitir ou negar as conclusões do pedido da SEC. A Under Armour também respondeu a pedidos de documentos e informações do Departamento de Justiça dos Estados Unidos e disse na segunda-feira que não recebia nenhum pedido do DOJ desde o segundo trimestre de 2020.

Suas ações saltaram mais de 3% nas negociações de pré-mercado, no entanto, caíram -3,5% durante as negociações da manhã de terça-feira.

No fechamento do mercado de segunda-feira, as ações da Under Armour subiram cerca de 40% no acumulado do ano. A empresa tem valor de mercado de US$ 10 bilhões.

A Under Armour também é negociada na B3 através da BDR (BOV:U1AI34).

underarmourGráfico candle diário da UAA – br.advfn.com

Fontes: CNBC, FX empire, FX Street, Wall Street, Reuters

 

Deixe um comentário