App de idiomas Duolingo apresentou prospecto de IPO na Nasdaq sob o ticker "DUOL"

LinkedIn

O aplicativo de aprendizado de idiomas Duolingo apresentou seu prospecto de IPO na segunda-feira (28) e planeja ser listado na Nasdaq sob o símbolo “DUOL”.

A receita da empresa com sede em Pittsburgh cresceu 129% no ano passado, para US$ 161,7 milhões. A empresa obteve receita de US$ 55,4 milhões no trimestre encerrado em 31 de março – um salto de 97% em relação ao ano passado – enquanto as perdas líquidas aumentaram mais de seis vezes para US$ 13,5 milhões, de acordo com o documento.

O Duolingo oferece 95 cursos em 38 idiomas distintos – desde o mais falado no mundo, como espanhol, francês e italiano, até idiomas ameaçados como havaiano, navajo e gaélico escocês. Além de sua plataforma principal, a empresa criou o Duolingo English Test, uma opção de certificação de idioma acessível e conveniente, aceita por mais de 2.000 universidades e instituições em todo o mundo.

A empresa é altamente dependente da distribuição por meio de lojas de aplicativos móveis. Em 2020, diz a empresa, obteve 51% da receita da App Store da Apple e 19% da Google Play Store, e foi o aplicativo de maior bilheteria na categoria Educação para cada loja. Duolingo também afirma ser popular nas pesquisas do Google, com mais de nove vezes mais pesquisas por seu nome do que pela frase “aprender espanhol”.

Kleiner Perkins, Union Square Ventures e o fundo de crescimento independente da Alphabet, CapitalG, estão entre os maiores investidores de capital de risco do Duolingo. A empresa contratou Goldman Sachs, Allen & Company, Evercore ISI e Barclays para liderar a oferta.

Deixe um comentário