BR Properties celebra contrato com Banco do Brasil para locação parcial das Torres Leste e Oeste da "Ventura Corporate Towers"

LinkedIn

A BR Properties celebrou um contrato com o Banco do Brasil para locação parcial das Torres Leste e Oeste da “Ventura Corporate Towers”, localizado na região central da capital do Rio de Janeiro. O aluguel tem prazo de 10 anos e contempla uma área de 10.589 metros quadrados do imóvel em questão.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:BRPR3) nesta segunda-feira (28).

Essa nova locação reforça o a estratégia da BR Properties de concentrar seu portfólio em propriedades de alta qualidade, segundo o comunicado da empresa. Além disso, está em linha com a leitura de mercado destacada pela companhia nos resultados do primeiro trimestre de 2021.

“A intensificação do movimento de flight-to-quality demanda escritórios que permitam a adoção de layouts modernos e tragam flexibilidade para a jornada de trabalho de seus colaboradores, baseada no bem-estar e conectividade de seus times. Neste cenário, é de fundamental importância que os ativos selecionados estejam localizados em centros urbanos consolidados, que ofereçam vasta gama de serviços e transportes para a população”, complementa a BR Properties.

Lucro líquido de R$ 13,4 milhões, queda de 7% com aumento da despesa financeira

BR Properties, empresa de investimento em imóveis comerciais de renda, registrou lucro líquido de R$ 13,4 milhões no primeiro trimestre, queda de 7% na comparação anual. A piora do resultado deveu-se ao aumento de 136% da despesa financeira líquida, para R$ 17,2 milhões.

Segundo a empresa, a captação de R$ 400 milhões e a alta da Selic contribuíram para a maior despesa financeira. A rubrica “outras despesas operacionais”, no valor de R$ 12,2 milhões, também teve participação na queda do lucro. Desse total, R$ 10,5 milhões resultou de baixa contábil (“impairment”) de antigos sistemas da companhia.

receita líquida teve um aumento de 8%, para R$ 82,3 milhões. Vale destacar que 26.239 m² de novas locações já contratadas ainda não foram contabilizadas nos resultados do 1T21.

Ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – ajustado foi de R$61,1 milhões no 1T21, representando um aumento de 14% quando comparado ao 1T20. A Margem EBITDA no trimestre foi de 74%.

Informações Broadcast

Deixe um comentário