Empresa de TI da Estônia fecha acordo de mineração de criptomoedas de R$ 130 milhões com a Bitmain

LinkedIn

O conglomerado de tecnologia estoniano Burfa está fechando uma parceria com a Bitmain para fornecer infraestrutura de mineração de criptomoedas para seu data center baseado em Narva, oferecendo um vislumbre da corrida armamentista em curso por recursos de computação de alto desempenho.

O contrato de R$ 130 milhões permitirá à Burfa dobrar a capacidade de seu data center e garantir um fornecimento estável de equipamentos de processamento nos próximos meses. O setor industrial está enfrentando uma escassez aguda de GPUs e SSDs especializados, à medida que mais desses recursos são engolidos por empresas de criptomoedas que aumentaram a mineração de Bitcoin (BTC) durante o mercado de alta.

A Burfa começará a receber o novo equipamento em breve, anunciou a empresa nesta quarta-feira (16).

“Existem limites claros para a produção de hardware e este contrato nos coloca entre cerca de uma dúzia de grandes clientes no mundo que poderiam garantir um volume tão grande de recursos adicionais”, disse Ivan Turygin, presidente do conselho da Burfa. temos que esperar até que as cadeias de abastecimento sejam restauradas ao normal ou pagar muito mais pelo equipamento no mercado secundário.”

Ele também disse que a crescente adoção de criptomoedas, como evidenciado pela classe de ativos digitais, agora de R$ 8,57 trilhões, servirá como uma vantagem para os planos de expansão da Burfa no futuro.

A Burfa foi fundada em 2013 como desenvolvedora de equipamentos de mineração de criptomoedas. A empresa mudou para data centers de alto desempenho em 2017 antes de migrar suas operações para o Parque Tecnológico Enefit em Narva.

Du Shisheng, vice-presidente da divisão de mineração da Bitmain, falou sobre a parceria de longa data da empresa com a Burfa:

“As empresas do Grupo Burfa são nossos clientes confiáveis ​​e de longa data. Esta também é a base para o contrato atual, garantindo que a Burfa obtenha a tecnologia mais avançada e eficiente para o desenvolvimento de seus data centers de alto desempenho.”

A Bitmain é um dos maiores fabricantes mundiais de equipamentos para mineração de criptomoedas. A empresa entrou com um pedido de listagem pública em setembro de 2018, mas não deu continuidade aos seus planos. Na época, a Bitmain listada publicamente estava marcada a valer até R$ 252 bilhões.

Deixe um comentário