Fed avaliará progresso substancial a partir da próxima reunião

LinkedIn

 O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Jerome Powell, disse que as condições para permitir o início da redução das compras de ativos, atualmente em US$ 120 bilhões ao mês, estão longe de se materializar e que seria prematuro começar essas discussões neste momento.

“Vamos avaliar o progresso substancial a partir da próxima reunião e isso acontecerá reunião a reunião”, afirmou ele em coletiva de imprensa após decisão de política monetária. “Ainda estamos longe de atingirmos esse progresso substancial na direção das metas”, acrescentou.

Alguns membros do comitê de política monetária já sinalizaram que a discussão sobre o momento para a redução da compra de ativos – o chamado tapering – deve começar logo, já que a economia norte-americana segue se recuperando dos efeitos da pandemia do novo coronavírus e se beneficia dos pacotes de ajuda do governo federal.

“A reunião de hoje foi uma discussão sobre a discussão”, disse Powell. “Vamos sinalizar antecipadamente quando observamos que há progresso substancial na direção das metas e quando vamos começar a tratar dessa redução das compras de títulos”, acrescentou.

Sobre a taxa de juros, mantida hoje perto de zero, Powell acredita que estão em um nível apropriado, já que ainda há muita incerteza com relação à pandemia, embora a vacinação esteja avançando nos Estados Unidos.

“Quando elevamos a taxa de juros para controlar a inflação, afetamos o potencial de crescimento econômico. Temos que balancear nossas ferramentas considerando nosso mandato duplo. Mas não é uma situação que vemos agora. Nossa política monetária segue apropriada”, completou.

(Com informações da CNBC e Agencia CMA)

Deixe um comentário