JBS: controlada Pilgrim’s assina acordo para adquirir negócios de alimentos preparados do Kerry Group

LinkedIn

A JBS informou que sua subsidiária Pilgrim’s Pride Corporation (PPC) celebrou acordo para adquirir os negócios de alimentos preparados e refeições da Kerry Consumer Foods no Reino Unido e na Irlanda.

O fato relevante foi feito pela empresa (BOV:JBSS3), nesta quinta-feira (17). Confira o comunicado na íntegra.

“A operação fortalece a posição da PPC como uma das empresas líderes na indústria de alimentos na Europa, criando uma das maiores e mais completas plataformas integradas de alimentos, com um portfólio de produtos de valor agregado com marcas”, afirmou a JBS.

A aquisição, aprovada por unanimidade pelos Conselhos de Administração da JBS e da PPC, foi avaliada em um enterprise value de £680 milhões (aproximadamente US$ 952 milhões), que representa um múltiplo de 8,5x o EBITDA esperado para 2021 dos negócios adquiridos.

A Kerry comercializa marcas líderes como Denny, Richmond e Fridge Raiders.

A Kerry Meats é líder na produção de alimentos preparados à base de carne e produtos prontos para o consumo no Reino Unido e na Irlanda.

A Kerry Meals é líder na produção de refeições prontas congeladas e resfriadas no Reino Unido. Combinados, os negócios registraram cerca de £725 milhões em receita durante 2020 e possuem mais de 4,5 mil colaboradores.

“O time da Kerry também possui um histórico comprovado em inovação, que inclui o sucesso no lançamento de seus produtos plant-based com a marca Naked Glory. A conclusão desta aquisição é esperada para o quarto trimestre de 2021 e está sujeita a aprovações regulatórias usuais nesse tipo de transação”, afirmou a JBS em comunicado.

VISÃO DO MERCADO

Itaú BBA

O Itaú BBA destaca que a Kerry é uma das maiores empresas de comida pronta no Reino Unida, com 9 unidades de produção em dois países, dona de marcas como Denny, Richmond e Fridge Raiders. Em sua avaliação, a compra eleva a exposição da Pilgrim em segmentos em expansão, como comida à base de plantas, DTC e snacks de carne, solidificando a empresa como uma líder no setor Europa. O banco vê o negócio como positivo, e mais um passo na estratégia de diversificação da JBS.

Itaú BBA mantém recomendação de compra com preço-alvo de R$ 47,00…

Lucro líquido de R$ 2 bilhões no 1T21, revertendo prejuízo bilionário

A JBS, companhia da família Batista, reportou ontem um lucro líquido de R$ 2 bilhões no primeiro trimestre, já sinalizando um dividendo superior a R$ 3 bilhões em 2022, novo recorde. Nos três primeiros meses do ano passado, a empresa divulgou prejuízo de R$ 5,9 bilhões.

A JBS, companhia da família Batista, reportou ontem um lucro líquido de R$ 2 bilhões no primeiro trimestre, já sinalizando um dividendo superior a R$ 3 bilhões em 2022, novo recorde. Nos três primeiros meses do ano passado, a empresa divulgou prejuízo de R$ 5,9 bilhões.

“Nossa plataforma diversificada por geografias e por tipo de proteína tem demonstrado uma importante resiliência no nosso resultado. Independente dos desafios enfrentados, nossas unidades de negócios responderam bem e apresentaram evolução em indicadores financeiros importantes, como receita líquida, ebitda e lucro líquido”, disse o presidente da companhia, Gilberto Tomazoni.

ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – aumentou 69,4%, para R$ 6,71 bilhões. Em termos ajustados, o ebitda aumentou 75,8%, para R$ 6,876 bilhões.

Deixe um comentário