JBS pede a titulares de notes que aprovem aditamento na escritura das emissões

LinkedIn

A JBS juntamente com a JBS USA LUX, pediu consentimento de titulares de notes para realizar aditamento na escritura das emissões externas.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:JBSS3) nesta segunda-feira (21). Confira o documento na íntegra.

A empresa afirma que o objetivo é uniformizar certas disposições e acordos restritivos. Os pedidos foram feitos aos titulares da Notas Seniores de 7,00% com vencimento em 2026 e 5,750% as Notas Seniores com vencimento em 2028 emitidas pela JBS USA Food Company.

A solicitação se estende também para as 6,750% Notas Seniores com vencimento em 2028; 6,500% Notas Seniores com vencimento em 2029 e 5,500% Notas Seniores com vencimento em 2030 emitidas pela JBS USA, JBS USA Finance, Inc e JBS Food Company.

Lucro líquido de R$ 2 bilhões no 1T21, revertendo prejuízo bilionário

A JBS, companhia da família Batista, reportou ontem um lucro líquido de R$ 2 bilhões no primeiro trimestre, já sinalizando um dividendo superior a R$ 3 bilhões em 2022, novo recorde. Nos três primeiros meses do ano passado, a empresa divulgou prejuízo de R$ 5,9 bilhões.

A JBS, companhia da família Batista, reportou ontem um lucro líquido de R$ 2 bilhões no primeiro trimestre, já sinalizando um dividendo superior a R$ 3 bilhões em 2022, novo recorde. Nos três primeiros meses do ano passado, a empresa divulgou prejuízo de R$ 5,9 bilhões.

“Nossa plataforma diversificada por geografias e por tipo de proteína tem demonstrado uma importante resiliência no nosso resultado. Independente dos desafios enfrentados, nossas unidades de negócios responderam bem e apresentaram evolução em indicadores financeiros importantes, como receita líquida, ebitda e lucro líquido”, disse o presidente da companhia, Gilberto Tomazoni.

ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – aumentou 69,4%, para R$ 6,71 bilhões. Em termos ajustados, o ebitda aumentou 75,8%, para R$ 6,876 bilhões.

Deixe um comentário