Mark Cuban pede regulamentação dos DeFi depois de ver investimento chegar a zero

LinkedIn

O investidor bilionário Mark Cuban publicou em suas redes sociais que foi “atingido” pelo súbito colapso de uma criptomoeda chamada Titan (COIN:TTNUSD). O token perdeu quase 100% de seu valor ao longo de algumas horas.

Agora, depois de perder o que ele caracterizou como uma “pequena” porcentagem de seu portfólio, ele está pedindo maior regulamentação em torno de stablecoins – um subgrupo de criptomoedas destinadas a manter um valor “estável” vinculado a uma moeda fiduciária específica.

O investimento de Mark Cuban

A Titan fazia parte da Iron Finance, uma espécie de projeto de investimento denominado DeFi, ou “finanças descentralizadas”.

São programas que gerenciam suas criptomoedas inteiramente por meio de código. Portanto, não necessitam de mediadores como bancos ou gestores de investimentos.

Mas uma das coisas boas sobre os bancos é que eles estão sujeitos às leis de proteção ao consumidor, que desincentivam os malfeitores – não existe tal regulamentação para o DeFi.

Inicialmente, pensava-se que o colapso do TITAN era o resultado de um potencial “tapete puxado”, um tipo de golpe de saída comum no DeFi, no qual desenvolvedores anônimos fogem com os fundos dos usuários. “Viva e aprenda”, disse Cuban.

A Iron Finance publicou uma declaração do acontecimento que afirma que uma “corrida ao banco” em seu protocolo foi a culpada: “Nunca pensamos que isso iria acontecer, mas simplesmente aconteceu. Acabamos de experimentar o primeiro banco de criptomoedas de grande escala do mundo correr “, diz o post.

Tchau dinheiro

Independente da causa, o dinheiro foi drenado de um programa de investimento em torno da moeda estável da Iron Finance, o IRON, e o preço do TITAN despencou de US$ 65 para US$0,00000003.

“Em qualquer nova indústria, corro riscos com o objetivo não apenas de ganhar dinheiro, mas também de aprender”, escreveu Cuban.

“Deve haver regulamentação para definir o que é uma moeda estável e quais garantias são aceitáveis. Devemos exigir US$1 em moeda americana para cada dólar ou definir opções de garantia aceitáveis, como títulos do tesouro americano.”

Na semana passada, Cuban escreveu um post em seu blog de quase 3.000 palavras sobre seu envolvimento com a TITAN e a Iron Finance. O título era claro: “O Brilho da Agricultura, Fornecimento de Liquidez e Valorização de Projetos Criptografados”.

Contudo, infelizmente, parece que o brilho perdeu sua beleza mais cedo.

Por Gabrieli Torres

Deixe um comentário